Sabesp volta a negar realização de racionamento ou rodízio de água | Diário Regional

Sabesp volta a negar realização de racionamento ou rodízio de água

17/04/2014 8:27
Print Friendly

SÃO PAULO – Apesar dos relatos de moradores sobre falta d’água na cidade, a Sabesp voltou a afirmar ontem (16) que não há qualquer tipo de racionamento, rodízio ou restrição de consumo de água em nenhum dos municípios atendidos pela estatal.

A nota foi divulgada após o secretário de Governo da gestão Haddad, Chico Macena, afirmar que foi comunicado pela Sabesp na última segunda-feira sobre a redução da pressão da água fornecida na cidade durante a madrugada, conforme antecipou o jornal “O Estado de S. Paulo” na edição de ontem.

De acordo com Macena, a cidade já enfrenta um racionamento de água. O secretário disse que ao ser informado de que alguns imóveis poderiam ficar sem água, decidiu enviar comunicados para alertar hospitais, postos de saúde e escolas sobre o problema no abastecimento.

Segundo “O Estado de S. Paulo”, a redução na pressão é de 75%. “É uma manobra que tira da rede, da 0h às 5h, água dos lugares mais altos. Então o que fizemos, avisamos toda a rede pública, hospitais, postos de saúde para se prevenirem sabendo que, durante a madrugada, está tendo um racionamento de água na cidade”, disse Macena.

“A adequação da pressão é uma medida necessária para atender manobras técnicas como o remanejamento dos sistemas Guarapiranga e Alto Tietê para o Cantareira”, diz a Sabesp.

Nível do reservatório

As chuvas que atingiram ontem São Paulo na divisa com o sul de Minas Gerais fizeram elevar um pouco o nível do reservatório do sistema Cantareira. De acordo com a Sabesp, foi registrado aumento de 0,3 e agora o sistema opera com 12,3% de sua capacidade, um índice ainda considerado crítico.

A Sabesp diz que a média de chuva neste mês de abril está em 83,6 mm, prestes a alcançar a média histórica do mês, que é de 89,3 mm.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: