Moradores reclamam de vazamento de esgoto | Diário Regional

Moradores reclamam de vazamento de esgoto

16/04/2014 8:11
Print Friendly

Além do mau cheiro, o local representa risco para as crianças que moram na vizinhança. Foto: Eberly Laurindo especial para o DROs moradores do núcleo habitacional Carati, no Jardim Ivone, em Diadema, convivem há mais de 20 dias com vazamento de esgoto. Além do mau cheiro, o local representa risco para as crianças que moram na vizinhança. “Tentamos ligar na Sabep (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) para reclamar, mas ninguém atende. Não é a primeira vez que o esgoto entope. É um problema antigo”, reclamou a dona de casa Alessandra Leite Mota.

Na casa de Lourdes Silva Freire, no número 433 da rua Carati, o problema é ainda mais grave. Sem banheiro, a dona de casa e os quatro filhos tomam banho atrás da residência, no limite com o muro da casa vizinha e fazem suas necessidades em baldes. “Já veio um funcionário da Saned (Companhia de Saneamento de Diadema) aqui, disse que ia me ajudar, mas até agora nada”, afirmou. No mesmo lugar onde as pessoas tomam banho, uma tubulação de esgoto quebrada espalha os dejetos. “Ninguém aguenta o cheiro ruim quando o dia está quente”, completou.

As reclamações também são sobre a conta de água. As 33 casas do núcleo recebem água encanada, que é medida por apenas um hidrômetro, mas cada residência recebe uma conta. “É sempre um valor absurdo, mais de R$ 70. Além disso, todas as famílias pagam pelo esgoto, mesmo muitas não estando com a tubulação ligada à rede coletora”, explicou a dona de casa Lindinalva Pereira Carvalho.

Procurada, a Sabesp informou que “executou a desobstrução de esgoto na rua Carati, solucionando o vazamento. Quanto ao problema localizado no número 433 da mesma rua, a Companhia esclarece que trata-se de uma rede interna (particular) e que realizará um estudo para verificar a viabilidade de conexão à rede pública”.

“Em relação ao valor das contas, a Sabesp esclarece que a existência de uma ligação para vários apartamentos/casas está dentro do padrão atualmente praticado pela empresa, não havendo previsão de instalação de medidores individuais. Já as tarifas de esgoto vêm sendo cobradas de acordo com a legislação vigente, até o momento, no município. Com vistas à redução nos valores das contas, a companhia realiza palestras sobre o uso racional da água, além de dar orientações sobre uso adequado da rede de esgotos. Caso seja do interesse dos clientes, procure nossa agência, localizada na rua Estados Unidos, 78, para agendamento de uma visita de nossos técnicos”.

Iluminação e lixo
Os moradores do núcleo habitacional Carati também reclamam da falta de iluminação pública e da sujeira no local. Procurada, a Prefeitura de Diadema informou que “as vielas do núcleo são muito estreitas e tecnicamente fica inviável iluminá-las. A Secretaria de Habitação e Planejamento Urbano realiza estudo para urbanizar o local e quando isso ocorrer esta questão será resolvida”. Com relação ao lixo, “o Departamento de Limpeza Urbana fará vistoria no local, para ver se a área é pública ou privada. Caso seja particular o proprietário será acionado para fazer a limpeza. Se for municipal a prefeitura providenciará a retirada da sujeira”.

Palavras-chave:


2 Comentários

  • As Cias de águas não investem o que devem e depois o povo é quem paga , seja com a saúde ou na conta.

  • Márcio Macedo

    Prefeito traiu os munícipes de Diadema, dou a Saned para Sabesp que tanto mal fez ao nosso municipio, aumentou o IPTU em 17% e não teve competência para negociar a tal divida com o partido da base em SP, além disto os munícipes agora estão pagando 2 contas em abril uma para Saned e outra para Sabesp, só isto já quita a tal divida, mais falta só 2,1/2, passa logo, voltamos ao passado só cuida de praças, lamentável.

Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: