Na véspera da decisão, santistas treinam pênaltis no Pacaembu | Diário Regional

Na véspera da decisão, santistas treinam pênaltis no Pacaembu

13/04/2014 9:49
Print Friendly

Cícero perdeu pênalti no primeiro jogo e preocupou comissão técnica. Foto: Luiz Fernando Menezes/Fotoarena/FolhapressPressionado pelo resultado negativo no primeiro jogo da final, o Santos fez seu último treino antes da decisão do Campeonato Paulista de portões fechados, no Pacaembu, palco do jogo de hoje (13). Sem a presença da imprensa, Oswaldo de Oliveira focou o trabalho nos lances de bola parada e na cobrança de pênaltis, que pode decidir o confronto com o Ituano. O treino durou duas horas e serviu também como reconhecimento do gramado, embora a primeira partida da decisão também tenha ocorrido no estádio municipal. Para ser campeão, o Santos precisa bater o Ituano por dois gols de diferença, já que a equipe interiorana ganhou a ida por 1 a 0. Uma vitória simples leva o jogo para os pênaltis.

A probabilidade de disputa do título na marca do cal tira um pouco o sono dos santistas. No primeiro jogo, o meio-campista Cícero desperdiçou o pênalti que teve a seu favor e atrapalhou os planos da equipe praiana. Na última sexta-feira, ainda no CT Rei Pelé, Oswaldo havia dado atenção especial para as cobranças, mas o aproveitamento (45,5%) deixou a desejar. Por isso, hoje o elenco alvinegro trabalhou o fundamento com mais afinco.

O Ituano, por outro lado, manteve-se concentrado em casa. Ontem, o time do técnico Doriva trabalhou em Itu também com portões fechados. Com orçamento bem mais modesto do que o dos grandes do Estado, a equipe está perto de um titulo histórico – o time ganhou o Paulista em 2002, mas na ocasião os grandes não jogaram o torneio, porque participaram do Torneio Rio-São Paulo.

Palavras-chave:


Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: