Base se nega a assinar moção de apoio a Cleuza Repulho | Diário Regional

Base se nega a assinar moção de apoio a Cleuza Repulho

10/04/2014 15:11
Print Friendly

Mateus: “se confiam, por que não assinaram?”. Foto: ArquivoEm meio à crise protagonizada pela secretária de Educação de São Bernardo, Cleuza Repulho, a bancada do PT na Câmara tentou, sem sucesso, emplacar na sessão de ontem (9) moção de apoio à chefe da pasta – que, segundo os petistas, “tem prestado serviços de significativa relevância ao município, em área de grande sensibilidade”. A moção recebeu a assinatura de apenas dez vereadores e, por isso, não entrou na pauta de votação.

Além dos oito vereadores do PT, Gilberto França (PMDB) e João Batista (PTB) assinaram o requerimento, que precisava de 15 adesões para entrar na pauta. A base tem, atualmente, 19 parlamentares. “Se os vereadores confiam no que ela (Cleuza) disse, por que não podem assinar o requerimento?”, questionou o presidente da Câmara, Tião Mateus (PT).

Na justificativa, os petistas elogiam alguns feitos da gestão de Cleuza, como a construção dos Centros Educacionais Unificados (CEUs) e a aprovação do Estatuto dos Servidores da Educação. A bancada também defende a secretária da investigação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) sobre suspeita de superfaturamento na compra de kits de uniformes escolares pelo Paço.

“Observando o devido respeito aos demais poderes, não verificamos na conduta de feitos declinados (…) qualquer ato que possa descredenciar ou macular sua imagem de gestora pública, construída ao longo de anos de visível dedicação à causa pública, até mesmo a possibilitar, à frente da pasta, o fornecimento de uniforme e material escolar de qualidade para nossas crianças”, argumenta a bancada, que pediu a apuração das denuncias sem “antecipação de juízo”.

O líder do governo na Câmara, José Ferreira (PT), tentou conseguir novas assinaturas da base aliada, mas não teve sucesso. Vereadores governistas argumentaram que não havia motivo para que a Câmara sinalizasse apoio a Cleuza.

Convite
Diferentemente do que Paulo Dias (PT) afirmou ao Diário Regional na última terça-feira (8), a Câmara negocia convite para que Cleuza Repulho visite a Casa e explique os problemas em sua pasta. Segundo Tião Mateus, a secretária está disposta a dar explicações, mas somente aos vereadores e sem a realização de audiência pública.

“Cleuza disse que está disposta a vir, mas espera a volta do prefeito (Luiz Marinho, PT) para decidir quando. O que temos de entender é que está passando por situação muito difícil. Cleuza já é avó e está sofrendo muito com tudo isso”, explicou Mateus.

Pery Cartola (SDD) tentou emplacar requerimento para convocar Cleuza a dar explicações, mas apenas os oito oposicionistas mais Fábio Landi (PSD) e José Alves da Silva, o Índio (PR), assinaram o documento. Eram necessárias 15 adesões para que a matéria entrasse na pauta.

O único consenso entre os vereadores é de que a possível visita de Cleuza não pode ter o mesmo formato da audiência pública realizada em 2013, quando houve muita confusão envolvendo o público e os vereadores.

Palavras-chave:


Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: