Michels pede paciência com o trabalho de José Augusto | Diário Regional

Michels pede paciência com o trabalho de José Augusto

09/04/2014 8:01
Print Friendly

Michels: “é uma vergonha o Brasil investir apenas 8% em Saúde”. Foto: Eberly Laurindo especial para o DRO prefeito de Diadema, Lauro Michels (PV), pediu paciência ao minimizar o método de trabalho do secretário de Saúde, José Augusto da Silva Ramos. O chefe do Executivo voltou a defender a manutenção do titular à frente da pasta mesmo diante de duras críticas por parte dos vereadores, não apenas da bancada de oposição, mas também de parlamentares que compõem a base aliada.

Desde o início de sua gestão, no ano passado, 85 profissionais já deixaram de fazer parte dos quadros da administração por não concordar com a metodologia de trabalho adotada pelo governo, o que tem deixado a Saúde em Diadema em estado de atenção. Michels reconheceu os problemas, mas prometeu empenho para melhorar o setor.

“Na Saúde precisamos ter paciência e trabalho árduo para conquistarmos resultado positivo. Não é só com prédio e construção de UPA (Unidade de Pronto Atendimento) que vai funcionar a Saúde. É preciso a reorganização do sistema com a humanização. Concordo que temos de melhorar (ao setor), mas não é só em Diadema. A saúde vai de mal a pior no Brasil. O governo federal investe apenas 8% do orçamento na Saúde pública, deixando o que onera mais aos municípios. É uma vergonha o Brasil investir apenas 8% em Saúde enquanto Diadema aplica 36% do orçamento, quase R$ 1 milhão por mês”, criticou.

Questionado sobre a contratação de médicos para preencher as vagas existentes e melhorar o atendimento na cidade, o chefe do Executivo afirmou que tem feito a admissão de profissionais. Entretanto, o verde ressaltou que a maior demanda da rede municipal ocorre devido à divisa que Diadema faz com São Paulo. “Há falta de médicos no Brasil e não é privilégio de Diadema. Estamos contratando, mas sempre tivemos o problema (ausência de profissionais) e estamos buscando médicos para atender a periferia como, por exemplo, os bairros Eldorado e Jardim Paineiras. No Quarteirão da Saúde não falta médico e o maior problema da Saúde é a demanda que vem de São Paulo e Diadema fica com o sistema sobrecarregado”, avaliou o prefeito.

Durante audiência pública no começo deste mês, José Augusto apresentou balanço financeiro da Secretaria da Saúde em que o governo do Estado contribuiu com apenas 0,42% dos recursos gastos na rede em 2013. O total de despesas na Saúde somou R$ 283,646 milhões. Porém, dentro desse valor, apenas R$ 1,184 milhão é recurso estadual, contra R$ 71,162 milhões de recursos federais (25,09%) e outros R$ 211,299 milhões do município (74,49%). “O investimento (do governo do Estado) é muito pouco e estou buscando mais”, limitou-se a dizer Michels, evitando polêmicas com o governador Geraldo Alckmin (PSDB).

Prorrogação
Ontem (8), Michels esteve em Brasília para pedir a prorrogação de contratos com o governo federal para financiamento de obras ligadas à Secretaria de Saúde. Entre os projetos, estão a construção da UPA 24 horas Piraporinha, reforma das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) dos bairros Inamar, Parque Reid e Parque Real, além do término do Complexo Campanário. “Foram sete pautas discutidas por aqui, e o mais importante, consegui garantir todos os recursos que precisávamos”, destacou.

Palavras-chave:


2 Comentários

  • Márcio Macedo

    Para saúde não tem dinheiro mais para festas tá sobrando, que beleza, com o dinheiro das duas contas de água que pagamos em abril e com aumento do IPTU em 17%, ele estão patrocinando a festa.

  • Se fosse só para reclamar não tínhamos votado nele , queríamos mudança, doenças não esperam , peca para as dores aguardar ?

Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: