Paulo Pinheiro diz precisar de mais 60 policiais militares | Diário Regional

Paulo Pinheiro diz precisar de mais 60 policiais militares

06/04/2014 7:00
Print Friendly

Pinheiro vai anunciar medidas para área de Segurança - Foto: Eberly Laurindo/Especial para o DRO prefeito de São Cae­tano, Paulo Pinheiro (PMDB), espera mais 60 policiais do governo do Estado. O pe­emedebista, inclusive, enfrentou protesto na porta de seu condomínio pelo assassinato do médico Dárcio Maurício Correa, no bairro Oswaldo Cruz em 24 de março, durante uma tentativa de assalto.

O número de ocorrências registradas de roubos e furtos este ano comprova o aumento de sensação de insegurança entre os munícipes. Enquanto 738 casos foram lavrados no primeiro bimestre de 2013, 133 ocorrências a mais ocorreram no mesmo período deste ano: 871.

Entre as ações que considera possíveis à administração municipal, o peemedebista informou que comprará mais 20 viaturas para a Guarda Civil Municipal (GCM), o que é benéfico para o reforço de patrulhamento.

“As pessoas que querem causar algum ato ilícito na cidade já pensarão duas vezes caso tenha um efetivo maior nas ruas”, afirmou. Sem especificar a data, o prefeito afirmou que lançará o edital nos próximos dias. Pinheiro também prometeu anunciar novidades para a área amanhã (7).

No fim do ano passado, Pinheiro contou que não pode mais contratar mais funcionários para a Guarda Civil Municipal (GCM), já que a proporção entre guardas e habitantes estaria no limite. Hoje são 430 servidores da área.

Vizinhança

Chefe do Executivo de Santo André, Carlos Grana (PT) também se mostrou preocupado com a Segurança Pública e solicitou mais 250 policiais militares para o governo de Geraldo Alckmin (PSDB). Segundo o petista, um compromisso foi firmado com o secretario estadual do setor, Fernando Grella, após encontro no Consórcio Intermunicipal, realizado no fim do ano passado. O mesmo número de PMs também é requerido em São Bernardo.

Santo André deve aumentar o efetivo da GCM com a abertura de concurso para contratação de em torno de 60 agentes. O secretário de Administração e Modernização de Santo André, Antonio Leite (PT), prevê que a prova seja aplicada até outubro. “Pode ser que nesse semestre a gente faça o concurso, mas ainda vamos analisar a legislação eleitoral”, adiantou. Hoje o município conta 658 guardas.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: