Minami: ‘Junior Moreira quer vaga no tapetão’ | Diário Regional

Minami: ‘Junior Moreira quer vaga no tapetão’

06/04/2014 7:15
Print Friendly

Minami não vê incoerência na ação protocolada; Moreira indicou possíveis irregularidades - Foto: ArquivoA ação protocolada no Ministério Público pelo suplente de vereador Junior Moreira (PSDB) visando à investigação das obras do anexo II da Câmara de São Bernardo não preocupa o ex-presidente do Legislativo Hiroyuki Minami (PSDB). Para o parlamentar, Moreira está querendo ganhar vaga na Casa no “tapetão”.

“Não vejo nenhuma incoerência (de Junior Moreira ter protocolado a ação), a não ser o fato de ser suplente do meu partido. Porém, considero que foi legítimo. A pessoa pode não ganhar a eleição e pode tentar ganhar no tapetão, mas estou muito tranquilo com essa situação”, explicou Minami.

A ação foi protocolada em 2013 e aceita pelo promotor Marcelo Sciorilli. Há duas semanas, Moreira indicou possível irregularidade. A empresa Cronacon, responsável pela obra, teria trabalhado durante sete meses sem nenhum tipo de fiscalização, o que deveria ser feito pela empresa Enger, que venceu a licitação ao oferecer o valor de R$ 142,2 mil, o menor orçamento oferecido.

Minami negou que a Enger faria a fiscalização. “A contratação da empresa Enger foi para fazer replanilhamento e isso foi feito. Toda a parte de fiscalização da obra foi realizada por um consórcio de empresas, que atua junto aos projetos da prefeitura. Então, a prefeitura nos cedeu essa empresa, que acompanhou os trabalhos”, destacou o parlamentar.
Segundo o tucano, desde que Junior Moreira protocolou a ação o departamento jurídico do legislativo vem fazendo a sua defesa. “A Câmara protocolou exatamente o que ocorreu. Então, não tem nada para esconder. Está tudo bem claro”, afirmou.

Idealizador

Sobre a ação, o tucano rechaçou a alcunha de “idealizador” do projeto. “Em um órgão público o presidente somente autoriza a despesa que foi feita por funcionários da própria Câmara. Não há como responsabilizar o presidente da Casa, como coloca essa pessoa (Junior Moreira), como se eu fosse o idealizador no sentido amplo da palavra. Lógico, concebemos a nova Câmara, mas foi por estrita necessidade”, destacou Minami, ao explicar que o antigo prédio não reunia condições para abrigar as sessões e os funcionários do Legislativo.

Além da pressão de Junior Moreira, Hiroyuki Minami também sofre com a interna dos demais parlamentares. Em março de 2013 a Casa aprovou requerimento que autorizava a mesa diretora em realizar a auditoria. Mais de um ano depois, apenas houve a cotação de preços com as empresas interessadas.

As bancadas do DEM e PSD tentam emplacar novo requerimento pedindo informações sobre o andamento da auditoria, mas não conseguem as 15 assinaturas necessárias. Segundo Fábio Landi (PSD), os vereadores simplesmente dizem que não vão assinar o projeto.



1 Comentário

  • Esse Júnior Moreira que nem sei quem é .. ta parecendo o time do Fluminense !!

Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: