Movimento acusa prefeitura de Diadema de impedir reuniões | Diário Regional

Movimento acusa prefeitura de Diadema de impedir reuniões

04/04/2014 12:00
Print Friendly

Integrantes alegam que só conseguiram fazer dois ou três encontros neste ano - Foto: DivulgaçãoDIADEMA – Integrantes do Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB), que atua em todo o país pelo direito à moradia, acusa a Prefeitura de Diadema de impedir que as reuniões que há mais de três anos ocorrem em centros culturais públicos da cidade sejam realizadas. “Sempre usamos os centros culturais para os encontros, Serraria, Ruyce e Tereza Lino. Porém, neste ano, conseguimos fazer apenas duas ou três reuniões. Nas outras fomos impedidos de entrar”, explicou a coordenadora estadual do movimento, Carol Vigliar.

Carol, que também é professora, explicou que durante os encontros, moradores de Diadema discutem questões relacionadas principalmente à moradia, mas também à educação, saúde e outros assuntos. “O procedimento sempre foi o mesmo: apresentávamos um ofício à Secretaria de Cultura e podíamos usar o espaço, mas desde o início do ano estamos sendo impedidos”, completou. Segundo a militante, as reuniões têm sido realizadas na rua.

A coordenadora também relatou que alguns vereadores foram procurados e que José Dourado (PSDB) mencionou que a proibição partiu do prefeito Lauro Michels (PV), porque o movimento estaria falando mal de seu governo durante os encontros. Procurado, o tucano disse que quem deveria falar sobre o caso era a Secretaria de Cultura, mas confirmou que a administração não quer que os espaços sejam usados para encontros de política. Em nota, a assessoria de imprensa da prefeitura informou que a secretaria já marcou reunião com o movimen­to a fim de deba­ter o te­ma, para a semana que vem.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: