Cesta de Páscoa sobe menos do que a inflação | Diário Regional

Cesta de Páscoa sobe menos do que a inflação

04/04/2014 9:57
Print Friendly

SÃO PAULO – Depois da alta de 48% entre abril de 2012 e março do ano passado, a cesta com produtos tradicionais de Páscoa pesquisada pela Fundação Getulio Vargas (FGV) subiu menos do que a inflação nos 12 meses subsequentes. O avanço para o conjunto dos 12 itens selecionados foi de 2,84% em 12 meses – de abril de 2013 a março de 2014. Em igual período, a inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC), da FGV, ficou em 6,09%. O levantamento considera desde cebola até bacalhau.

A cebola foi o único item que ficou mais barato neste ano, com queda de quase 40%. Bombons e chocolates ficaram 1,16% mais caros, o menor reajuste entre os itens selecionados. O atum teve o maior reajuste (15,83%), enquanto ovos de Páscoa e bacalhau, os mais tradicionais, subiram 7,89% e 3,02%.

A inflação elevada é uma das principais preocupações do governo neste ano. O Banco Central reconheceu recentemente um choque nos preços dos alimentos que tem contribuído para elevar os índices. Até fevereiro, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), usado como referências para as metas de inflação, acumula alta de 5,68% em 12 meses. O teto da meta do governo é de 6,5%.

Há risco de que o indicador possa superar esse teto em 2014. Entre as instituições ouvidas pelo Banco Central que mais acertam as estimativas, a previsão é de 6,57%. Se confirmada, seria a primeira vez que a meta de inflação será descumprida desde 2003.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: