Ceni: 'vou parar no fim do ano mesmo' | Diário Regional

Ceni: ‘vou parar no fim do ano mesmo’

04/04/2014 9:29
Print Friendly

Rogério Ceni: “o ano passado foi psicologicamente muito desgastante” - Foto: Mister Shadow/Sigmapress/FolhapressO goleiro são-paulino Rogério Ceni, 41 anos, afirmou ontem (3) que não vai prolongar a carreira novamente. Disse que só jogará até o final da temporada e depois vai se aposentar. O camisa 1 chegou a anunciar a aposentadoria para dezembro do ano passado, mas após ter participação ativa na campanha que livrou o time do rebaixamento no Brasileiro decidiu renovar contrato.

“Dessa vez eu vou parar no fim do ano mesmo. Será meu último ano como atleta profissional”, disse goleiro que admitiu um cansaço emocional na última temporada. O São Paulo não foi campeão de nenhum torneio em 2013. Caiu na Libertadores após ser goleado pelo Atlético-MG, no Morumbi, perdeu a Recopa Sul-Americana para o Corinthians e caiu na semi da Sul-Americana contra a Ponte. Ceni também teve problemas com Adalberto Baptista, ex-diretor de futebol do São Paulo, que o criticou publicamente.

“O ano passado foi psicologicamente muito desgastante, maior do que quando iniciei minha carreira e ainda não sabia se teria dinheiro para comer. O lado emocional em 2013 foi muito pesado”, afirmou o goleiro. Ceni também falou sobre o momento atual. O goleiro admitiu preocupação com o futuro da equipe do Morumbi após a eliminação nas quartas de final do Campeonato Paulista pela Penapolense.

“O que estamos fazendo não é suficiente para brigar por título. Temos de evoluir muito. Estamos aquém dos outros times. Não conseguimos marcar pressão, jogar como os outros. Estamos com débito grande”, disse.

O goleiro está no São Paulo desde 1990, e desde então fez 1.119 partidas oficiais. Ao todo, marcou 113 gols. O grande momento na carreira ocorreu em 2005, quando foi o maior nome da conquista do Mundial de Clubes, um dos 17 títulos que venceu no São Paulo. Além disso, foi reserva do Brasil na Copa de 2002.

Indeciso

Ceni passou todo o ano de 2013 indeciso sobre o que fazer. Em algumas entrevistas, dava a entender que encerraria a carreira após o Brasileirão. Em outras, mostrava-se empolgado em seguir atuando, principalmente após a grande exibição que teve na vitória por 4 a 3 sobre o Universidad Católica, pela Copa Sul-Americana.

A chegada do técnico Muricy Ramalho, aliás, foi determinante para Rogério Ceni renovar por mais um ano, até o fim de 2014. Desde que foi contratado, o treinador dizia ser favorável à permanência do ídolo são-paulino por considerar que o clube não conseguiria encontrar outro goleiro de nível tão elevado.

Assim, a partida contra o Sport, dia 7 de dezembro, na Ilha do Retiro, pelo Campeonato Brasileiro, deve ser a última de Rogério Ceni como jogador profissional.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: