Alckmin autoriza Diária Especial por Jornada Extraordinária de Trabalho Policial Militar | Diário Regional

Alckmin autoriza Diária Especial por Jornada Extraordinária de Trabalho Policial Militar

03/04/2014 2:57
Print Friendly

Regina, Alckmin e Soffner, durante evento no Palácio. Foto: ArquivoA região metropolitana de São Paulo, a Baixada Santista e a região de Campinas terão mil policiais militares a mais nas ruas. A medida de segurança faz parte da Diária Especial por Jornada Extraordinária de Trabalho Policial Militar (Dejem), que permite aos oficiais trabalharem voluntariamente em suas folgas com direito a remuneração adicional.

Três mil policiais participarão voluntariamente da Dejem e vão se revezar diariamente, garantindo que haja sempre um efetivo de mil oficiais a mais nas ruas. “Hoje nós estamos fazendo uma inovação muito importante que é a contratação de um maior número de policiais para os pontos mais críticos. Estamos começando com mais de 3 mil policiais militares o que vai garantir todo dia mil a mais”, ressaltou o governador Geraldo Alckmin, sobre a medida autorizada ontem (2).

Os policiais trabalharão fardados, por até oito horas diárias em no máximo 10 dias no mês, com equipamentos adequados e respaldo do comando da corporação. O efetivo, que também será empregado aos fins de semana, vai ajudar no combate à criminalidade ao reforçar o policiamento preventivo e ostensivo.

Os primeiros locais de implementação do programa seguirão o planejamento com foco nas áreas com mais demanda de policiamento no Estado. “Vão para onde o registro de análise gerencial de crimes indicar, chamado ‘Detecta’. O local e o tempo não são fixos. Enfim um trabalho bastante dinâmico, técnico- cientifico”, concluiu o governador.

Diadema
A deputada estadual Regina Gonçalves (PV) acompanhou, juntamente com o tenente coronel Marcel Lacerda Soffner, responsável pelo policiamento militar em Diadema, a autorização pelo governador, para o início da Diária Especial por Jornada Extraordinária de Trabalho Policial Militar Dejem.
Com a implementação do projeto, Diadema contará com mais 50 policiais militares da Força Tática, que realizarão o patrulhamento ostensivo na cidade visando à redução da taxa da criminalidade.

“Fiz inúmeros pedidos e reivindicações ao Estado solicitando a presença de mais policiais em Diadema. Creio que a pressão política que tenho feito deu resultado. Um dos meus compromissos é dar mais segurança à a população. A sensação de segurança por parte dos moradores é vital para mim”, explicou a deputada.

Palavras-chave:


Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: