Frank Miller afirma candidatura e causa divergência no PSB | Diário Regional

Frank Miller afirma candidatura e causa divergência no PSB

01/04/2014 7:59
Print Friendly

Miller: “acharam meu nome interessante e aceitei”. Foto: ArquivoO nome de Frank Miller surgiu esta semana como possível candidato a deputado estadual pelo PSB de Diadema e causou surpresa entre os militantes. Em uma reunião realizada na última sexta-feira (28), parte do PSB local teria acertado a candidatura de Frank à Assembleia Legislativa. O ex-postulante a vereador confirmou a decisão. “A reunião envolveu um grupo de militantes e me surpreendeu com a decisão”, disse Miller.

Segundo o socialista, sua candidatura não será solitária, já que teria nascido do consenso de boa parte do diretório municipal e recebido, inclusive, o apoio de Gilson Menezes (PSB), ex-prefeito da cidade.
“O apoio do Gilson foi o que mais me convenceu. Porém, sou um soldado do partido. Acharam inte­ressante meu nome e aceitei”, explicou. Caso o PSB confirme a legenda, Miller pode ter como adversário o vereador Wagner Feitosa, o Vaguinho do Conselho (PSB), cujo nome já vem sendo discutido para a Assembleia há meses. “Não estava sabendo disso, nem dessa reunião”, afirmou Vaguinho que se surpreendeu com a iniciativa de Frank Miller. Segundo Vaguinho, o partido tem se reunido para discutir as estratégias de campanha, mas até o momento a conversa focava em uma candidatura única, a dele.

Apesar de assegurar que sua candidatura está certa, Miller admitiu que ainda não conversou com o presidente municipal do partido, Manoel José da Silva, o Adelson, que acumula o comando da secretaria municipal de Segurança Alimentar. “Estamos aguardando o posicionamento do Adelson e do partido”, disse Frank, que afirmou acreditar no apoio do presidente è empreitada.

Quanto à candidatura do correligionário, Miller ressaltou que Vaguinho ainda não teria oficializado sua intenção e, por isso, sua candidatura não estaria sacramentada. Porém, não é o que alegou Vaguinho. “Essa reunião deve ter ocorrido no grupo dele. Para mim é tranquilo, pois ainda mantenho minha candidatura”, declarou o vereador.

Vaguinho ponderou que a indicação de Frank é um direito de todos os militantes do partido e que, caso seja confirmada, vai trabalhar para conciliar as duas candidaturas. Miller acredita que seu nome tenha surgido como parte do projeto político do PSB e afirmou que vai procurar Vaguinho. “Vou pedir o apoio dele”, afirmou.

Noticiário
Frank Miller tentou, sem sucesso, eleger-se vereador em 2012. Seu nome também ganhou os noticiários no mesmo ano devido ao envolvimento em denúncias de extorsão quando era diretor de Departamento da Secretaria de Segurança Alimentar da cidade.

Comerciantes informais de um minishopping localizado no bairro Serraria acusaram Miller e Manoel Antônio Ferreira Santos, o Tonny Telles, de cobrar taxa ilegal supostamente a pedido de Adelson como parte de acordo para que os ambulantes ficassem isentos da fiscalização. Por conta da repercussão da denúncia, Frank pediu afastamento do cargo. O Ministério Público e a prefeitura, por meio de sindicância, investigaram o caso naquela oportunidade.

Palavras-chave:


Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: