Ebola já matou 72 das 112 pessoas contaminadas em Guiné | Diário Regional

Ebola já matou 72 das 112 pessoas contaminadas em Guiné

01/04/2014 3:55
Print Friendly

Condé afirmou que solução deve ser rápida. Foto: ArquivoO surto de ebola que afeta a Guiné já matou 72 das 112 pessoas infectadas, informou o presidente do governo, Alpha Condé, ao completar que as últimas informações permitem ser “otimistas” com uma rápida solução da epidemia. A Organização Mundial da Saúde (OMS) confirmou ontem que o surto se estendeu à Libéria, onde exames clínicos confirmaram dois casos.

Em Serra Leoa, que como a Libéria faz fronteira com a região foco do ebola em Guiné, foram identificaram dois casos suspeitos e nos dois os doentes morreram.

O Senegal ordenou ontem o fechamento de suas fronteiras com a Guiné para evitar a propagação do vírus, transmitido por contato direto com o sangue ou fluidos e tecidos corporais de pessoas ou animais infectados.

O ebola causou várias mortes na África nos últimos anos e é uma ameaça para a saúde global, considerado um possível agente de guerra biológica.

Novos casos de pessoas afetadas pelo vírus ebola foram confirmados no domingo na Guiné, onde equipes médicas locais e internacionais atuam para tentar impedir a propagação da epidemia de febre hemorrágica.
Segundo boletim do Ministério da Saúde, de 22 mostras positivas para ebola, metade dos casos corresponde à capital, Conacri, e o restante a cidades do sul, Gueckedou (seis casos) e Macenta (cinco casos), epicentro da epidemia.

Em Conacri, o medo de contaminação provocou medidas desesperadas: vários moradores estão refugiados em suas casas ou limitam os deslocamentos.
Um show do cantor senegalês Yussou N’dour, previsto para sábado, foi cancelado “por solidariedade com as vítimas e para evitar a exposição dos espectadores a uma possível contaminação”.

Palavras-chave:


Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: