ABC – Deputado quer mais espaço para propostas dos partidos | Diário Regional

ABC – Deputado quer mais espaço para propostas dos partidos

29/03/2014 12:44
Print Friendly, PDF & Email

Hélcio: “Não existirão mais aquelas figuras cômicas, como Mulher Pêra” - Foto: Eberly Laurindo especial para o DRCom o propósito de avançar na proposta de reforma política, o ex-vice-prefeito de Mauá e atual deputado federal Hélcio Silva (PT-SP) quer apresentar projeto de lei que veda a participação de candidatos ao Legislativo na propaganda eleitoral veiculada no rádio e na TV. Em visita à redação do Diário Regional, ontem (29), o petista explicou que o objetivo da matéria é dar espaço às propostas das legendas.

“Hoje temos um tipo de propaganda que prioriza a pessoa, é muito personalista. Um exemplo: uma propaganda do PSB é voltada a alguns candidatos (ao Legislativo) ou a uma única pessoa. A partir da votação naquele candidato, ele consegue eleger uma série de representantes”, explicou Silva.

Um exemplo foi a eleição de Enéas Carneiro (morto em 2007). Em 2002, o então líder do Prona foi o deputado federal mais votado do país, com 1,5 milhão de votos. Como, no sistema proporcional, os votos são do partido ou da coligação, e não do candidato, Enéas obteve votação suficiente para levar com ele para Brasília mais cinco deputados. A “sobra” foi usada para eleger nomes como Vanderlei Assis, que na época teve apenas 275 votos.

“Isso cria uma distorção muito grande (para o eleitor), pois a representatividade no Legislativo só se dá por meio dos partidos e o eleitor não vota com esse entendimento. Vota na pessoa. Infelizmente, ao longo da história do Brasil criou-se desprezo pelos partidos políticos e houve valorização cada vez maior nas pessoas”, disse o parlamentar.

Para o petista, o espaço seria utilizado para mostrar aos eleitores as propostas do partido, e não dos candidatos. “Com isso não vai ter mais aquelas figuras cômicas, como Mulher Pêra, Melancia, Jabuti. Queremos vedar tudo isso, para fazer da eleição algo mais sério, mais politizado”, pontuou.

Indagado sobre se a proposta poderia atrapalhar a campanha dos candidatos, Hélcio Silva negou. “Se o eleitor votar somente na legenda, já está ajudando a eleger um deputado daquele partido. Na minha visão, essa proposta faz com que caminhemos aos poucos para a lista fechada”, afirmou. O projeto está no departamento jurídico da Câmara Federal.

Projetos

O petista também tenta emplacar mais duas matérias na Câmara. A primeira trata da inclusão no Estatuto do Idoso de incentivos para que as pessoas na terceira idade possam viajar pelo país. A segunda prevê que a população tenha o poder de fazer requerimento pedindo informações ao Legislativo e Executivo sobre planos para determinada área. “Por exemplo, se a população de Diadema quisesse saber qual é o plano de governo para a saúde, o povo faria abaixo-assinado com pelo menos 1% dos eleitores e protocolaria na prefeitura, que seria obrigada a dar uma resposta”.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: