Represa Billings comemora 89 anos | Diário Regional

Represa Billings comemora 89 anos

27/03/2014 9:41
Print Friendly, PDF & Email

Reservatório possui trechos poluídos com esgoto - Foto: ArquivoA represa Billings está completando 89 anos hoje (27). Um dos maiores e mais importantes reservatórios de água da Região Metropolitana de São Paulo, a represa foi idealizada nas décadas de 1930 e 1940 pelo engenheiro Asa White Kenney Billings , um dos empregados da extinta concessionária de energia elétrica Light.

Inicialmente, tinha o objetivo de armazenar água para gerar energia para a usina hidrelétrica Henry Borden, em Cubatão. Porém, em função do elevado crescimento populacional e industrial da Grande São Paulo ter ocorrido sem planejamento, principalmente ao longo das décadas de 1950 a 1970, a Billings possui grandes trechos poluídos com esgotos domésticos, industriais e metais pesados, além de sofrer com o assoreamento em vários braços.

Para reduzir os danos causados ao manancial, preservar e melhorar a qualidade da água, a Sabesp vem realizando no ABC um conjunto de Programas Estruturantes de Esgotos em todos os municípios operados na orla da Billings, principalmente em Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra e São Bernardo. São obras para coleta, afastamento e tratamento dos esgotos sanitários.

Em São Bernardo, as obras do Pró-Billings beneficiarão 250 mil habitantes até o prazo final do programa, em 2015, com recursos da Sabesp (50%) e da Agência de Cooperação Internacional Japonesa (Jica) (50%).

A Billings é dos maiores reservatórios de água da Região Metropolitana de São Paulo - Foto: ArquivoEstão previstas obras de ligações domiciliares de esgoto, assentamento de 100 km de redes coletoras de esgoto, 33 km de coletores-tronco e estações elevatórias para exportação dos esgotos até o tratamento na Estação de Tratamento de Esgoto do ABC (ETE ABC).

O Projeto Tietê, na terceira fase, beneficia em São Bernardo os bairros Riacho Grande, Estoril, Tozzi e Capelinha, onde estão sendo implantados 40 km de redes coletoras, coletores e emissários de recalque, 16 estações elevatórias de esgoto e 1.915 ligações domiciliares, totalizando investimentos de R$ 20 milhões. Mais de 10 mil pessoas serão beneficiadas diretamente com a coleta de esgotos, que seguirá integralmente para tratamento.

Estações

Em Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra também há intervenções, beneficiando mais de 2 mil habitantes, levando os esgotos para tratamento nas Estações de Tratamento de Esgoto Suzano e ABC, com montante de mais de R$ 10 milhões de investimentos. Em Ribeirão Pires encontra-se em fase de elaboração de Projetos de Esgotamento Sanitário, por meio do Programa Mananciais.

O investimento da Sabesp nos últimos três anos para o Sistema de Esgotamento Sanitário em São Bernardo, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra é de, aproximadamente, R$ 72 milhões.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: