Marinho: 'cada um faz o que a consciência manda' | Diário Regional

Marinho: ‘cada um faz o que a consciência manda’

23/03/2014 7:14
Print Friendly, PDF & Email

 Marinho mostrou descontentamento com ato do vereador durante entrevista após seminário. Foto: DivulgaçãoEm declaração exclusiva ao Diário Regional, o prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho (PT), demonstrou descontentamento ao comentar, na sexta-feira (21), após a abertura do seminário Cidadão em Situação de Rua: Mitos e Desafios, a assinatura do vereador governista, José Alves da Silva, o Índio (PR), no requerimento que pede a instauração da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos uniformes escolares na Câmara.

“Cada um faz o que a consciência manda e ele (Índio) que aguente as consequências”, afirmou Marinho. Por sua vez, Índio destacou que não sofreu qualquer tipo de retaliação até o momento.

“Não entendi a fala (do Marinho), pois não bati nele. Bati nas secretarias. Não existe nada contra o prefeito neste caso, mas se tem um caso de irregularidade no Executivo, eu, como fiscal do povo, tenho de fiscalizar”, explicou. O vereador destacou que não teve contato com membros do Executivo desde que assinou o requerimento, na última terça-feira (18).

Índio fez uma série de reclamações sobre o seu relacionamento com os secretários. Segundo o parlamentar, toda vez que algum chefe da pasta era procurado para que demanda fosse repassada, não era atendido. Essa mesma reclamação já tinha sido feita a Marinho no ano passado.

O líder de governo, José Ferreira (PT), evita fazer críticas ao parlamentar e negou qualquer tipo de retaliação a atitude de Índio. Além disso, voltou a dizer que não assinaria a CPI, pois “já está sendo investigado pelo Ministério Público (MP) e não tem nada para ser investigado pela Câmara”. A justificativa também foi usada por alguns vereadores da base aliada.

Assinaturas
Índio revelou que a “novela” sobre a CPI dos Uniformes terá um novo capítulo na próxima segunda-feira (31). “Teremos algumas novidades para contar. Vamos ter novas assinaturas. Só não posso falar nomes, pois os vereadores pediram segredo”, disse, ao destacar que será “o suficiente para instaurar a CPI”.
Para que a comissão seja instaurada na Casa são necessárias mais duas assinaturas. Até o momento assinaram o requerimento os vereadores: Julinho Fuzari, Osvaldo Camargo, Estevam Camolesi, Marcelo Lima e Manuel Martins (ambos do PPS); Pery Cartola (SDD); Juarez Tadeu Ginez, o Juarez Tudo Azul (PSDB); e Índio (PR), único governista.

Palavras-chave:


Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: