Diadema conta com 'Projeto Pérola Negra – Petróleo nas Escolas' | Diário Regional

Diadema conta com ‘Projeto Pérola Negra – Petróleo nas Escolas’

22/03/2014 13:54
Print Friendly

Alunos aprendem como funciona uma plataforma de petróleo - Foto: Divulgação/Ronaldo LimaA Secretaria de Educação de Diadema incluiu no programa Cidade na Escola o Projeto Pérola Negra – Petróleo nas Escolas. Os alunos do 4º e 5º ano da EMEB Mário Santalucia tiveram a oportunidade de conhecer como funciona uma plataforma de petróleo. O objetivo principal é mostrar aos alunos o processo da extração do petróleo até chegar à refinaria e ser transformado em matéria-prima, e a diversidade de profissões que trabalham com petróleo.

O projeto se tornou possível após uma parceria firmada entre a prefeitura de Diadema e dois moradores voluntários da cidade. Patrícia Aline da Rocha, 20 anos, e seu pai, José Damázio Rocha, 53. Patricia e Rocha construíram três maquetes; uma plataforma de petróleo, um petroleiro e uma refinaria, todos confeccionados com materiais recicláveis e utensílios domésticos.

Patrícia cursou engenharia durante dois anos. Entretanto a universidade na qual estudava não oferecia sequência para a carreira desejada (Engenharia de Petróleo), e a jovem teve de trancar a matrícula. A partir desse obstáculo surgiu a ideia da construção das maquetes, com as quais ela está dando pequenas palestras para explicar os múltiplos usos do petróleo e sua rota desde a prospecção até o produto final.

A indústria petrolífera nacional, nos últimos anos importou cerca de 50 mil trabalhadores para esta área, por falta de mão de obra. A maioria da população acredita que o trabalho neste tipo de indústria é apenas em plataformas marítimas, por isso não procuram empregos na indústria petrolífera e não conhecem os seus processos e resultados.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: