Feliz no Palmeiras, atacante Alan Kardec afirma querer ficar no clube | Diário Regional

Feliz no Palmeiras, atacante Alan Kardec afirma querer ficar no clube

21/03/2014 14:00
Print Friendly, PDF & Email

Alan Kardec: “minha família está adaptada” - Foto: Cesar Greco/Agência PalmeirasSÃO PAULO – Emprestado ao Palmeiras até junho deste ano, Alan Kardec reforçou seu desejo de permanecer no alviverde após esse período. Palmeiras e Benfica – time ao qual pertence o atacante – já iniciaram as negociações para que Kardec seja contratado em definitivo na equipe brasileira.

“Minha vontade é ficar aqui. Em menos de um ano, consegui conquistar um título (da Série B), estamos muito bem no Campeonato Paulista. Minha família está adaptada, eu estou adaptado”, disse o jogador ontem (20), em entrevista coletiva na Academia de Futebol.

Alan Kardec define o momento atual como “talvez o melhor de sua carreira”. Agora, o mais importante, na opinião do camisa 14, é continuar jogando com regularidade para evoluir ainda mais. “Isso a camisa do Palmeiras me proporciona. Passei um ano no Benfica e não consegui somar uma partida completa durante o ano. Foram menos de 90 minutos ao todo”, disse.

Embora queira permanecer na equipe palestrina, o atacante afirmou que procura não pensar no assunto para não perder o foco e não atrapalhar seu rendimento nos gramados. “Estamos entrando no mata-mata, não quero pensar em coisas extracampo. As pessoas ideais estão cuidando disso com muito carinho e sabem que minha prioridade é o Palmeiras”, disse. “Porém, o futebol é muito dinâmico. Pode ser que o Benfica bata o pé”, afirmou Kardec.

Caso o Verdão empate ou vença o clássico deste final de semana, o clube terminará a fase de classificação em primeiro lugar na tabela geral. O time palestrino também aguarda a definição de seu adversário nas quartas de final do Paulistão, que será Bragantino ou Rio Claro.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: