Autoridades apuram exclusão de dados de simulador de voo | Diário Regional

Autoridades apuram exclusão de dados de simulador de voo

20/03/2014 10:15
Print Friendly

SÃO PAULO – O FBI, a polícia federal americana, colabora para tentar recuperar dados que foram apagados do simulador de voo do piloto do Boeing-777 da Malaysia Airlines, desaparecido desde o último dia 8 de março, segundo autoridades do órgão.

Desde que foi confirmado que os sistemas de comunicação do avião foram cortados e a aeronave mudou de rota deliberadamente, o piloto e o copiloto se tornaram os principais suspeitos.

Especialistas inspecionam o simulador que Zaharie Ahmad Shah, 53, mantinha em sua casa, atrás de alguma pista. O fato de informações terem sido apagadas a priori não indica culpa.

Ontem (19), parentes dos passageiros chineses -que eram maioria entre os 227 presentes no avião- voltaram a mostrar insatisfação com a falta de informações.

Uma entrevista coletiva em um hotel perto do Aeroporto Internacional de Kuala Lumpur foi interrompida pela mãe de um passageiro que, aos gritos, foi retirada da sala. “Não me importo com o que seu governo faz”, disse, se referindo à Malásia. “Eu só quero meu filho de volta”.

Um grupo de familiares que protestavam no hotel foi impedido pela polícia de falar com jornalistas, segundo a rede BBC.
O voo MH370 saiu de Kuala Lumpur, na Malásia, à 0h41 do último dia 8 e deveria aterrissar em Pequim seis horas depois, mas desapareceu dos radares 40 minutos após decolar.

Autoridades da Malásia disseram que as buscas se concentram no sul do oceano Índico, uma vez que nenhum vestígio do avião foi encontrado na parte norte da área de procura.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: