Unidades de Saúde de Mauá dão aulas de Shantala | Diário Regional

Unidades de Saúde de Mauá dão aulas de Shantala

19/03/2014 11:35
Print Friendly

Massagem oriental auxilia o fortalecimento da musculatura e articulações, melhora a respiração, diminui dores e cólicas - Divulgação/PMMO ambiente tem luz suave, música baixa e relaxante e a temperatura na sala é agradável. Os quatro bebês, Alexandre, Mariana, Davi e Gabrielly estão tranquilamente deitados no colchonete sobre uma mesa, em frente às respectivas mamães: Emilene, Vania, Josimara e Rugeany. As crianças têm entre três e quatro meses. Ao lado, a fisioterapeuta ensina a técnica oriental de massagem Shantala, originária da Índia, para estimular os bebês por meio do toque das mãos.

É necessária uma única aula, esta, realizada na Unidade Básica de Saúde do Jardim Santa Lídia. A massagem aumenta o afeto entre mãe e criança, além de proporcionar um estado de calma, o fortalecimento da musculatura e articulações, melhoria na respiração, diminuição de dores e cólicas abdominais, entre outros benefícios. “Estes movimentos são muito bons para eles. Acho que a gente fica bem mais entrosada”, afirmou Vânia Ferreira de Souza, com Mariana nos braços.

“No primeiro momento, eles (os bebês) estranham, mas, depois, passam a desfrutar e a sentir prazer”, explicou a fisioterapeuta da Secretaria de Saúde da Prefeitura de Mauá, Erlaine Alvernaz. O que ocorre é que os movimentos das mãos, repetidos de três a cinco vezes cada, estimulam a circulação e a produção hormonal, que auxiliam no relaxamento dos bebês, melhorando a qualidade do sono, entre outros benefícios.

Acompanhamento

Gabrielly tem cócegas nos pezinhos, confirmadas na hora em que a mãe esfregou a palma da mão e apertou o ‘dedãozinho’, com a massagem. “Daqui a cinco anos, quando tiver meu próximo bebê, vou fazer a mesma coisa”, declarou Rugeany Márcia Fonseca da Silva. Também dessa vez, com a Shantala, a intenção do serviço é promover qualidade de vida e prevenir doenças. “Acho muito legal. Com meus outros dois filhos não tive esse acompanhamento”, elogiou Emilene Timóteo.

Seu filho, o pequeno Alexandre, ainda teve uma experiência a mais durante a aula. Foi o bebê escolhido para tomar um banho de ervas, dado pela mãe com auxílio da enfermeira Patrícia. Um balde estreito com água morna e folhas e flores de camomila, onde o bebê foi mergulhado, remete a criança à memória do aconchego no útero materno. O resultado é a sensação de tranquilidade ao recordar o ambiente da barriga da mãe.

“Vou continuar fazendo essa massagem em casa porque gosto muito desse contato”, afirmou a mãe de Davi, Josimara de Souza Lopes da Silva, moradora da Vila Bocaina. Na unidade, uma equipe multidisciplinar acompanha a atividade. “Isso é fundamental para que tenham segurança no que estão fazendo”, afirmou a enfermeira.

A aula de Shantala já foi feita nas unidades dos jardins Flórida e Santa Lídia. A próxima será na do Jardim Primavera. Interessadas devem se informar em qualquer uma das unidades de saúde sobre horários e datas das novas turmas.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: