S.André tenta dar novo passo rumo ao G4 | Diário Regional

S.André tenta dar novo passo rumo ao G4

19/03/2014 9:14
Print Friendly, PDF & Email

Para entrar de vez na briga por lugar no G4, o grupo das quatro equipes que sobem para a elite paulista, o Santo André busca nova vitória na Série A2 do Campeonato Paulista hoje (19), às 20h30, contra o Rio Branco, no Estádio Décio Vitta, em Americana, pela 14ª rodada do Estadual. Após o triunfo conquistado no sábado diante do São José, o Ramalhão ocupa o oitavo lugar na tabela de classificação, com 20 pontos, quatro a menos do que o Marília, atual quarto colocado.

Diferentemente dos confrontos anteriores, o Ramalhão terá nesta noite o retorno de jogadores afastados durante um bom tempo por contusão, como é o caso do lateral-esquerdo Julio Ce­sar e do volante Diogo Orlando. O atacante Chico, suspenso na partida anterior, é mais um que fica à disposição do técnico Vilson Tadei.

O treinador comemorou a vantagem de contar com mais opções na partida diante do Rio Branco. “Os jogadores que retornam fortalecem nosso conjunto para essa parte final da competição. Com isso, ganhamos um banco mais forte para quando for necessário fazer alguma substituição”, ex­plicou Tadei.

Adversários de longa data, Santo André e Rio Branco já se enfrentaram em 30 oportunidades dentro de competições oficiais. O Ramalhão leva pequena vantagem ao vencer 13 partidas contra nove triunfos do time de Americana, enquanto outros oito duelos terminaram empatados – incluindo o último, realizado no ano passado (2 a 2), pela segunda divisão de São Paulo.

Para sair de campo mais uma vez com a vitória, o atacante Felipe Alves destacou o espírito do elenco andreense para a nova batalha. “Após ganhar bem do São José, estamos mais confiantes. Agora, precisamos ter tranquilidade para marcar os gols e buscar os três pontos que podem nos aproximar do G4”, afirmou o jogador, que briga por vaga no ataque com Nunes, Müller e Chico.

Posição incômoda

A derrota para a Ferroviária no último sábado deixou o Rio Branco na incômoda 15ª posição, com 14 pontos, um acima do São Caetano, o primeiro dentro da zona do rebaixamento. Por isso, a ordem é não dar bobeira. “Hoje vivemos um campeonato diferente, no qual quatro times podem ser rebaixados. Temos de somar nove pontos nos seis jogos restantes para não correr riscos”, avaliou o treinador do Rio Branco, Edson Vieira. Na segunda-feira, a diretoria dispensou cinco jogadores.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: