'Volume morto' do Cantareira poderá ser usado em julho | Diário Regional

‘Volume morto‘ do Cantareira poderá ser usado em julho

18/03/2014 9:09
Print Friendly

SÃO PAULO – A reserva mais profunda de água do sistema Cantareira poderá ser utilizada para consumo da Grande São Paulo a partir de julho, segundo a Sabesp. A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo começou ontem (17) as obras para instalar bombas que levarão a água do “volume morto” até as estações de tratamento da empresa.

Essa água, que atualmente está abaixo dos sistemas de captação do Cantareira, com as bombas, poderá ser captada para o abastecimento da Grande São Paulo.

Esse volume nunca foi retirado e serve como uma reserva, mas recentemente a Sabesp foi autorizada pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) a utilizá-lo.

Desde o início do ano, o sistema Cantareira, que é a principal fonte de água da região metropolitana, está em crise, registrando os menores níveis de água da história. Atualmente, sua capacidade é de 15%.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: