Grupo usa rojões e xinga PMs em ato contra morte de mulher no Rio | Diário Regional

Grupo usa rojões e xinga PMs em ato contra morte de mulher no Rio

18/03/2014 9:13
Print Friendly, PDF & Email

RIO DE JANEIRO – Após três horas de interdição por causa de um protesto de moradores contra a morte da auxiliar de serviços gerais Claudia Ferreira, a avenida Edgar Romero, uma das vias principais de Madureira, zona norte do Rio, foi liberada no fim da tarde de ontem (17).

O clima ficou tenso durante o protesto, que começou por volta das 14h. Alguns manifestantes lançaram fogos de artifício em direção aos cerca de 40 policiais militares que acompanhavam o ato. Pessoas também xingavam os PMs e os chamavam de “assassinos”.

O grupo de cerca de 100 manifestantes se concentrou na rua Leopoldino de Oliveira, uma transversal da Edgar Romero, que também acabou interditada. Grupo queimou pedaços de madeira, móveis e outros objetos, impedindo a passagem de veículos.

Por volta das 18h, os manifestantes já tinham deixado a via principal, mas ainda havia movimentação de grupo menores na entrada da favela da Congonha. Foi nessa comunidade que Claudia foi atingida durante troca de tiros, domingo, durante uma operação policial.

PMs a colocaram no porta-malas de um carro da polícia para levá-la aos hospital, mas por cerca de 250 metros seu corpo ficou pendurado, sendo arrastado pela via. A auxiliar de serviços gerais já chegou morta ao hospital. Imagens do corpo sendo arrastado foram registradas por um cinegrafista amador. Em nota, a PM informou que o porta-malas abriu quando o carro saiu. Vizinhos e familiares afirmam que a vítima foi atingida por um policial.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: