Teatro Santos Dumont recebe o espetáculo infantil Cocô de Passarinho | Diário Regional

Teatro Santos Dumont recebe o espetáculo infantil Cocô de Passarinho

15/03/2014 4:43
Print Friendly

Sutil e bem humorada, a fábula transmite ao público infantil a importância de desprender-se de hábitos ruins. Foto: DivulgaçãoProduzida pela Cia. Noz de Teatro, Dança e Animação, a peça Cocô de Passarinho foi inspirada no livro homônimo de Eva Furnari e recebeu, em 2013, o Prêmio APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte) de Melhor Espetáculo Infantil de Animação/Bonecos, além de ter sido indicada ao Prêmio CPT (Cooperativa Paulista de Teatro) como Melhor Espetáculo Infanto-juvenil de 2013. A apresentação em São Caetano será no Teatro Santos Dumont (avenida Goiás, 1111 – Bairro Santa Paula), hoje (15), a partir das 16h. A classificação é livre.

A história de Cocô de Passarinho passa-se em uma cidadezinha com apenas seis habitantes. Diariamente, ao final de tarde, eles reuniam-se na praça central para conversar sobre as mesmas coisas: o tempo não está bom, os negócios não vão bem. A monotonia e a repetição dos hábitos estendiam-se até aos passarinhos que viviam nas árvores da praça: todo dia faziam cocô na cabeça dos moradores. Certa vez, irritados com a suja rotina, resolveram usar chapéus. A novidade não foi de grande ajuda: o papo continuou igual, salvo algumas observações: seu chapéu está sujo, o seu também.

Sutil e bem humorada, a fábula transmite ao público infantil a importância de desprender-se de hábitos ruins, por vezes acompanhados de pessimismo e conformismo. Mudar o ponto de vista, sair do lugar comum e abandonar a zona de conforto são estratégias trabalhadas pela trama para acabar com o marasmo.

Mais informações pelo telefone (11) 4223-8800 ou www.sesc.org.br.

Palavras-chave:


Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: