Osvaldo teme ser o 'novo Grafite' | Diário Regional

Osvaldo teme ser o ‘novo Grafite’

15/03/2014 14:19
Print Friendly

Osvaldo: “torcedor quer ver o rival no fundo do poço, mas não podemos pensar assim” - Foto: Rubens Chiri/SPFCO atacante Osvaldo afirmou que o São Paulo entrará em campo buscando a vitória contra o Ituano, amanhã (16), no Morumbi, na penúltima rodada da primeira fase do Campeonato Paulista. Mesmo que isso ajude um dos maiores rivais do clube tricolor, o Corinthians.

Classificados para o mata-mata, os são-paulinos podem complicar a vida do Corinthians – que tem 20 pontos – em caso de derrota, já que o Ituano (22) é concorrente direto dos corintianos na briga pela segunda colocação do Grupo B. Líder da chave, o Botafogo (28) já garantiu sua vaga.

“É uma situação difícil, mas jamais passou pela nossa cabeça prejudicar o Corinthians”, disse Osvaldo, ontem. “Torcedor quer ver o rival no fundo do poço. Porém, a gente não pode pensar como torcedor. Somos profissionais e pensamos em ganhar o jogo”, acrescentou.

Osvaldo, porém, reconhece que é um contexto atípico e não descartou a possibilidade de ouvir críticas da torcida se o São Paulo vencer o Ituano. “Venho em uma crescente dentro do time. Vai que eu faça um gol e ajude o Corinthians. É capaz de os torcedores ficarem pegando no meu pé. É complicado”, afirmou, revelando receio de se transformar no “novo Grafite”.

A história remonta a 2004. Grafite salvou o Corinthians do rebaixamento no Paulistão, ao marcar os dois gols na vitória por 2 a 1 do São Paulo sobre o Juventus, que acabou caindo para a Série B do Estadual no lugar dos corintianos. O lance ficou marcado na carreira do atacante, que ainda hoje precisa falar sobre o assunto quando é entrevistado.

Reapresentação

Na representação do São Paulo ontem, no centro de treinamento da Barra Funda, apenas Alexandre Pato – titular no jogo contra o CSA – treinou entre os reservas. Os outros titulares da partida da Copa do Brasil, há dois dias, participaram do aquecimento com bola no gramado e depois seguiram para atividade na piscina. Os demais atletas fizeram um trabalho técnico em campo reduzido, sob a supervisão de Muricy Ramalho, durante cerca de uma hora e meia.

Embora não tenha dado pistas sobre a equipe que entrará em campo amanhã, diante do Ituano, no Morumbi, o treinador não deve promover grandes mudanças no time. Anteontem, após a partida em Maceió, Muricy avisou que “não tinha nada a ver com o Corinthians” e que a vitória seria importante para o São Paulo não perder o embalo na temporada.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: