David Braz festeja chance como titular no Santos | Diário Regional

David Braz festeja chance como titular no Santos

14/03/2014 8:43
Print Friendly, PDF & Email

David Braz: “bons momentos ficam marcados e ruins nos ensinam” - Foto: Ivan Storti/Santos FCApós uma passagem de oito meses pelo Santos em 2012, o zagueiro David Braz retornou ao clube no início desta temporada com pouca expectativa de jogar. Era a última opção em setor que tem cinco defensores. Porém, uma série de coincidências permitirá o zagueiro ser o titular contra o Rio Claro, neste domingo, em Rio Claro, pelo Campeonato Paulista.

O Santos não poderá contar com Neto, que cumpre suspensão por cartão amarelo, para formar dupla com Jubal. Como já não contava com Edu Dracena e Gustavo Henrique, ambos machucados, as opções à disposição do técnico Oswaldo de Oliveira passaram a ser Vinícius Simon e David Braz.

A escolha natural seria por Vinícius Simon, mas o defensor se recupera de lesão muscular na coxa esquerda e não tem condições de jogar. Com tantos desfalques, Oswaldo de Oliveira não teve opção senão escolher David Braz. Se não fosse ele, teria de optar por Nailson, 20, ou Paulo Ricardo, 19, revelações da base santista.

Porém, David Braz não se sente incomodado por ser hoje a última opção do setor defensivo. O jogador afirmou ontem (13) que considera uma oportunidade para retomar a carreira. Isso porque teve um 2013 apagado, com apenas oito jogos pelo Vitória em toda a temporada.

“Tive um ano difícil. Fui para o Vitória emprestado (pelo Santos) a pedido de Caio Júnior, meu técnico no Palmeiras (em 2007), mas as coisas não aconteceram como eu pensava”, disse o zagueiro. “Não cheguei a jogar. É aquela coisa: momentos bons ficam marcados e ruins nos ensinam. Aprendi muito com a dificuldade no Vitória e hoje dou mais valor a cada segundo aqui no Santos”, disse.

Lesão muscular

Antes do Vitória, David Braz jogou pelo Santos em 2012, mas foram poucas apresentações. Na estreia contra o Bahia, em maio, sofreu lesão muscular grave. Ficou pouco mais de três meses sem poder jogar e, quando se recuperou, havia perdido espaço para outros zagueiros o time contava com Edu Dracena, Durval e Bruno Rodrigo.

“Virei opção e surgiram poucas oportunidades. Até o fim daquela temporada fiz apenas sete jogos. Em 2013, o Santos trouxe o Neto e perdi mais espaço. Fui orientado a procurar outro time para jogar. Aí que surgiu a oportunidade de ir para o Vitória”, acrescentou o zagueiro, que carrega no currículo o título da Recopa Sul-Americana pelo Santos.

Neste ano, David Braz fez apenas um jogo. Disputou o segundo tempo da goleada por 5 a 0 sobre o Bragantino, na Vila Belmiro. A grande oportunidade será contra o Rio Claro, às 18h30 de domingo. Se agradar, o zagueiro entrará na briga com Jubal para formar a zaga com Neto.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: