Começam as aulas do projeto Cultuar – Espaço de Estudos para Arte em Mauá | Diário Regional

Começam as aulas do projeto Cultuar – Espaço de Estudos para Arte em Mauá

12/03/2014 16:00
Print Friendly, PDF & Email

Ideia da ação é dar continuidade à formação iniciada nas Oficinas Culturais - Foto: Gil SobrinhoMAUÁ – A Secretaria de Cultura, Esportes e Lazer de Mauá deu início a uma nova etapa na preservação de talentos e na captação de novos artistas em Mauá. Foi realizada na sede das Oficinas Culturais, na Vila Bocaina, a aula inaugural do projeto Cultuar. Participaram do evento alunos e professores dos cursos.

O projeto tem o objetivo de aperfeiçoar o talento de moradores da cidade nas áreas de dança, teatro e música. A ideia é dar continuidade à formação iniciada nas Oficinas Culturais, capacitando os alunos para atuarem como agentes artísticos da cidade.

O prefeito Donisete Braga participou da aula inaugural, e deu as boas vindas aos alunos, dizendo que tem como meta ressaltar o papel de Mauá na rota cultural da região. “Temos o compromisso de estimular o desenvolvimento das atividades culturais em nossa cidade. Vamos ampliar os espaços para as aulas, mantendo o processo de descentralização dos cursos”, explicou.

O coordenador de Cultura da secretaria, Sérgio Pires, conta que o projeto foi desenvolvido pela necessidade de oferecer algo mais aos alunos das Oficinas Culturais. “Os cursos básicos existem há mais de 10 anos. Muitos alunos permaneciam dois, três, ou quatro anos no mesmo nível, então precisavam dar um passo maior no aperfeiçoamento. E nós vamos dar essa condição, oferecendo disciplinas como história da arte, por exemplo”, explicou.

Sobre o Cultuar 

O Cultuar – Espaço de Estudos para Arte e Cidadania, é um projeto gratuito oferecido à população para aperfeiçoamento em música, teatro e dança.  Os cursos têm duração de dois anos, com três aulas por semana, e são ministrados apenas no período noturno. O curso de música é destinado a maiores de 13 anos, e os de teatro e dança abertos aos maiores de 16 anos. A seleção dos alunos foi realizada por meio de provas de percepção, entrevistas e testes.

Atualmente, as aulas gratuitas das Oficinas Culturais beneficiam cerca de 2 mil pessoas da cidade. São 18 atividades oferecidas, seja na própria sede da escola ou nos espaços descentralizados.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: