Até perder para o Palmeiras dará bicho ao Vilhena | Diário Regional

Até perder para o Palmeiras dará bicho ao Vilhena

12/03/2014 8:58
Print Friendly, PDF & Email

Portal da Amazônia foi reformado e estará lotado neste noite - Foto: ArquivoSÃO PAULO – Para o elenco do Vilhena, de Rondônia, perder por até um gol de diferença para o Palmeiras, hoje (12), pela primeira fase da Copa do Brasil, valerá mais do que um mês de trabalho. O diretor de futebol do clube rondoniense, José Natal Pimenta Jacob, prometeu R$ 100 mil caso o time force a realização do segundo jogo, em São Paulo, em 10 de abril.

O Palmeiras eliminará o jogo da volta se vencer por dois gols de diferença. A folha salarial do Vilhena é cerca de R$ 80 mil – o valor corresponde ao salário do lateral Wendel, do Palmeiras. “É um momento único. Vamos jogar contra o líder do Paulista”’, disse o dirigente do clube. A Prefeitura de Vilhena decretou ponto facultativo hoje.

O estádio Portal da Amazônia foi repintado e passou por reforma no sistema de iluminação para o jogo. A capacidade subiu de 3.800 para 12 mil lugares, com a instalação de arquibancadas tubulares. Os 13 mil bilhetes colocados à venda foram vendidos por valores que variam de R$ 50 a R$ 70 –reajuste de até 250% em relação aos R$ 20 cobrados na Copa Nordeste e no Estadual.

O Palmeiras desembarcou no começo da tarde de ontem em Cuiabá, onde faz parada antes de seguir para Vilhena, a 700 km de distância. Na capital mato-grossense, o time faz um treino no CT do Mixto e, à noite, embarcou para o local da partida – o aeroporto de Vilhena, que chegou a ser interditado, foi liberado e a delegação pôde seguir para a cidade rondoniense de avião.

Depois de escalar um “mistão” contra o Paulista, no último domingo, o técnico Gilson Kleina viajou para Vilhena com força máxima e vai apostar em Alan Kardec, Vinícius e Valdivia como trio ofensivo. O volante Wesley é desfalque.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: