Hospital do Servidor diagnostica 300 casos de doenças do fígado por mês | Diário Regional

Hospital do Servidor diagnostica 300 casos de doenças do fígado por mês

11/03/2014 9:07
Print Friendly

SÃO PAULO – O Hospital do Servidor Público Estadual (HSPE), administrado pelo Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual (Iamspe), na capital paulista, diagnostica mensalmente 300 novos casos de doenças no fígado.

Pioneiro no país, o Serviço de Gastroclínica do hospital realiza em torno de 1,6 mil consultas ao mês para diagnóstico e tratamento de doenças gastroenterológicas, e o número de casos de doenças hepáticas detectadas nos pacientes da unidade vem crescendo ao longo dos anos.

Na grande maioria dos casos, as doenças do fígado não apresentam sintomas que evidenciam seu desenvolvimento, dificultando o diagnóstico, e a descoberta acontece quando já está em fase avançada e de maior gravidade, como a cirrose hepática e o câncer hepático.

Segundo a diretora do serviço, Paula Poletti, as enfermidades mais comuns no fígado são as hepatites de origem infecciosa viral e contagiosa, com mais de um tipo: A, B, C, Delta ou E; e as alterações do fígado decorrentes da esteatose hepática (acúmulo de gordura no fígado que se desenvolve pelo consumo excessivo de álcool, obesidade ou Diabete Mellitus tipo 2).

Já no HSPE, que atende 10% da população idosa do Estado, os principais problemas no fígado são hepatite pelo vírus C, esteatose hepática e a doença alcoólica do fígado (cirrose hepática).

Hoje, cerca de 20% dos pacientes atendidos pelo Serviço de Gastroclínica apresentam algum tipo de problema no fígado.

A cirrose é uma moléstia crônica, caracterizada pela formação de nódulos e fibrose no fígado, que impedem a circulação sanguínea. Seu desenvolvimento dá-se pelo uso desregrado de substâncias químicas, como o álcool, por exemplo; de causa infecciosa, pelas hepatites B e C, assim como de agressões agudas ou crônicas ao fígado por medicamentos e alterações autoimunes.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: