Cidades do Interior acusam Sabesp de 'atentar' contra o Cantareira | Diário Regional

Cidades do Interior acusam Sabesp de ‘atentar’ contra o Cantareira

11/03/2014 9:01
Print Friendly, PDF & Email

Nível de armazenamento do sistema está em 16% - Foto: ArquivoCAMPINAS – O nível cada vez mais crítico do sistema Cantareira, que abastece diretamente 8,8 milhões de pessoas na Grande São Paulo e indiretamente 5,5 milhões no interior, abriu uma guerra entre o consórcio das regiões de Campinas, Piracicaba e Jundiaí e a Sabesp, empresa de saneamento.

A Sabesp é acusada pelo Consórcio PCJ – que congrega prefeituras, empresas e entidades de mais de 43 cidades – de não reduzir a dependência do Cantareira e de atentar contra a vida útil do sistema.

Em nota, grupo diz que há “equívocos de planejamentos e ações” e cita dois estudos da década de 60 que haviam apontado soluções para suprir o abastecimento da Grande São Paulo até 2050.

“Infelizmente, cometeu-se um erro histórico de planejamento e optou-se pela segunda grande alternativa apontada pelos estudos, que foi a construção do sistema Cantareira”, afirma o consórcio.

O nível de armazenamento dos reservatórios do Cantareira estava ontem em 16%, um dos menores patamares desde que foi criado, em 1974.

Procurada, a Sabesp informou que segue as determinações dos órgãos reguladores do sistema e que investe “de forma contínua e planejada” no fornecimento de água.

Cita ainda a construção de um novo sistema produtor de água e diz que toma “todas as providências para manter a normalidade do abastecimento” na Grande São Paulo.

A companhia começou a reduzir em 10% a captação no Cantareira. Na capital, nove bairros serão abastecidos pelas represas Guarapiranga e Alto Tietê.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: