Morador do ABC lança hoje livro sobre Mamãe Clory | Diário Regional

Morador do ABC lança hoje livro sobre Mamãe Clory

08/03/2014 9:43
Print Friendly

Foto: DivulgaçãoÉdson Zéca da Silva nasceu, viveu e mora em São Caetano. Anos atrás foi convidado a escrever a biografia de uma mulher iluminada, conhecida como Mamãe Clory. O livro retrata a cinematográfica trajetória da gaúcha Clory Fagundes de Marques, que criou mais de mil filhos. Para contar a saga dessa mulher que é referência na filantropia em São Paulo, o autor entrevistou mais de uma centena de pessoas entre filhos biológicos e adotivos, colaboradores, amigos, voluntários do Lar que Clory fundou, entre outros.

Com histórias belíssimas, dramas, aventuras e lições inesquecíveis, a vida e a obra de Mamãe Clory são tecidas por Zéca, que conviveu muito com ela, realizando inúmeras entrevistas, nos seus últimos dois anos de vida. Mamãe Clory faleceu em 2011, aos 94 anos.

A obra será lançada hoje (8), no Lar da Mamãe Clory, em São Bernardo, em comemoração ao Dia Internacional da Mulher. Conheça um pouco mais sobre a biografada nas palavras do autor.

Por que a Mamãe Clory tem todo esse destaque?

Além dessa heróica trajetória, Mamãe Clory foi educadora exemplar. Dedicou-se ininterruptamente a acolher uma infinidade de pessoas que, passando por situações de vida muito difíceis, a procuravam em busca de orientação, esclarecimento e conforto.

Cada capítulo do livro se inicia com uma frase da biografada. Como era essa marca dela? 

Mamãe Clory sempre se valeu desse recurso para sintetizar sua experiência de vida, suas convicções. Por exemplo: “Viver é jogar o pensamento positivo sobre o negativo. E, pela mente, equilibrar o corpo, porque o corpo é fraco”.

Há quanto tempo existe o Lar que Mamãe Clory fundou no ABC?

Foi criada em Mato Grosso, em uma fazenda. Em 1943, se casou e foi morar na cidade de Ponta Porã. Cinco anos depois, mudou-se com o marido e cinco filhos para Andradina, Interior de São Paulo, onde viveu por 20 anos trabalhando muito. Em 1969 veio para o ABC em busca de melhores condições de vida para os filhos, que já eram 87. No novo Lar, em São Bernardo, acolheu mais de mil filhos.

Qual é a mensagem que a Mamãe Clory nos deixa?

Mamãe Clory sempre agiu com muita determinação, dedicação e carinho com as pessoas que dela precisaram. Embora fosse uma expoente da filantropia, fugia de qualquer elogio que os admiradores lhe dirigiam. É estrela de primeira grandeza, exemplo universal de vida. Dizia: “O trabalho é o melhor remédio para tudo, meu filho. Quem não trabalha, dá trabalho”. “A vida é uma luta maravilhosa. A gente está aqui é para aprender. Não somos nada. Não somos donos de nada. Temos que viver o presente”.

Serviço – Lançamento do livro Mamãe Clory, a Nobreza da Vida. Dia e hora: hoje (8), das 18h às 22h. Local: Lar Mamãe Clory, rua Francisco Visentainer, 438, Bairro Assunção, São Bernardo. Informações: 4509-5632.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: