Mais de 48 mil meninas devem ser imunizadas contra HPV no ABC | Diário Regional

Mais de 48 mil meninas devem ser imunizadas contra HPV no ABC

08/03/2014 10:50
Print Friendly

Esquema de vacinação será dividido em três doses e ocorrerá também em escolas - Foto: DivulgaçãoA Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo pretende imunizar a partir da próxima segunda-feira (10), 808,3 mil meninas entre 11 e 13 anos de idade, contra o Papilomavírus humano (HPV), principal causador de câncer de colo do útero. O número corresponde a 80% do total de 1.010.397 de adolescentes paulistas do sexo feminino que constituem o público-alvo da vacinação. No ABC a expectativa é imunizar 48,3 mil garotas nessa faixa etária.

Entre os dias 10 de março e 10 de abril aproximadamente 5 mil postos de saúde, com horário de funcionamento das 8h às 17h, já estarão abastecidos com as vacinas contra o HPV para a aplicação da primeira dose. Além dos postos de saúde, a vacinação também deve ocorrer em escolas, a critério de cada município. A secretaria recomenda que as adolescentes ou seus pais ou responsáveis consultem a direção das unidades de ensino onde estudam para saber se haverá vacinação no local.

Este ano, o esquema vacinal será destinado às adolescentes com 11, 12 e 13 anos de idade e deve ser divido em três etapas. A segunda dose da vacina deve ser aplicada seis meses após a primeira. Já a terceira dose, que funciona como um reforço, deve ser aplicada cinco anos após a primeira. A recomendação é de que as adolescentes levem a caderneta de vacinação aos postos.

No próximo ano, a vacina contra o HPV será destinada às meninas entre 9 e 11 anos e também será dividida em três etapas. A partir de 2016, a vacina passará a ser aplicada nas meninas com 9 anos de idade

Importância

A dona de casa Jacinete Pereira Silva de Carvalho, moradora de Diadema, afirmou que vai levar a filha Giselle Silva Carvalho, de 12 anos, para ser vacinada. “Acho muito importante, mas essa campanha, na minha opinião, foi pouco divulgada. Não vi nada na televisão, nem conversei sobre isso com minhas conhecidas com filhas na mesma idade. Uma coisa tão importante dessa precisava ser mais divulgada”, completou.

“A inclusão da vacina contra o HPV no calendário de imunização do SUS é uma importante medida para reduzir a transmissão do papilomavírus humano, vírus capaz de causar lesões de pele e mucosas e, quando não tratado corretamente pode evoluir para casos de câncer de colo de útero. Ao alcançar uma elevada cobertura vacinal entre a população-alvo, observaremos, consequentemente, uma maior proteção contra a incidência do câncer de colo de útero”, afirma a médica Helena Sato, diretora de imunização da Secretaria.

EM Diadema, até o dia 10 de abril, a primeira dose será aplicada também nas escolas públicas e privadas do município. Em Santo André, a campanha será lançada na escola estadual Doutor Américo Brasiliense, na segunda (10), às 8h30. Praça IV Centenário, 7, Centro.

Especialistas divergem sobre eficácia da vacina

A vacinação contra o HPV para meninas entre 11 e 13 anos, que futuramente vai incluir garotas e 9 anos, divide os especialistas quanto a sua eficácia. A Sociedade de Pediatria de São Paulo (SPSP) apoiou, via comunicado, a imunização contra o Papilomavírus Humano, bem como sua inclusão no calendário oficial de vacinação brasileiro, orientando a população a aderir à campanha que terá início no próximo dia 10 de março.

A Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade (SBMFC) entende que não há evidências de que a vacinação seja mais eficaz que a estratégia atual, que utiliza o rastreamento por meio do Papanicolau, no exame ginecológico. Já a Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI) se posicionou totalmente favorável à campanha.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: