Correios e Banco do Brasil ampliam parceria no atendimento | Diário Regional

Correios e Banco do Brasil ampliam parceria no atendimento

07/03/2014 8:49
Print Friendly

BRASÍLIA – Os Correios e o Banco do Brasil anunciaram a ampliação da sua parceira em torno do Banco Postal. A previsão é que a empresa de serviços postais passe a comercializar todos os produtos oferecidos pelo banco estatal em seus postos de atendimento a partir de abril.

Hoje, o único investimento disponível é a poupança, e são oferecidas apenas duas linhas de crédito. Também ficou acertado que os franqueados dos Correios poderão se tornar correspondentes bancários do BB. Hoje, o Banco Postal só funciona em agências próprias da empresa.

Os novos termos da parceria entre as duas companhias, divulgados hoje, são uma etapa intermediária do plano anunciado em novembro do ano passado de transformar o Banco Postal em uma instituição financeira. Hoje, a parceira funciona no formato de correspondente bancário, com limitações para os dois lados.

“Entendemos que poderíamos, antes mesmo da autorização final [para criação do banco], passar para uma fase intermediária, com mais produtos e mais pontos de atendimento. Assim, quando o banco começar a funcionar, já começará com mais negócios”, disse o vice-presidente de Negócios de Varejo do BB, Alexandre Abreu.

O novo acordo ainda precisa de aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), que já recebeu a proposta para análise. Se aprovadas, as alterações podem ser colocadas em prática em 30 dias.

A previsão é que o plano de negócios da nova instituição financeira, que terá o controle dividido entre as duas companhias estatais, seja concluído até junho. Se a criação do banco for aprovada ainda este ano, ele deve começar a funcionar em 2015.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: