Alckmin reduz água captada para tentar evitar colapso do Cantareira | Diário Regional

Alckmin reduz água captada para tentar evitar colapso do Cantareira

07/03/2014 12:00
Print Friendly

Alckmin vai reduzir em 10% a captação de água no sistema - Foto: ArquivoSÃO PAULO – O governador Geraldo Alckmin (PSDB) anunciou ontem (6) que vai acatar a determinação de reduzir em 10% a quantidade de água captada do sistema Cantareira. A retirada de água desses reservatórios vai diminuir já a partir da próxima segunda-feira, para evitar um colapso do sistema – que está com só 16% de sua capacidade, mais baixo volume já registrado.

Isso não significa prejuízo imediato no fornecimento de água para as casas atendidas pelo Cantareira –15 milhões de pessoas na Grande São Paulo e no Interior paulista. Na prática, é um sintoma da gravidade da crise de abastecimento que pode levar a um racionamento.

Na Capital, os riscos de eventual rodízio nos próximos meses atingem toda a zona norte e partes do centro, zonas oeste, leste e sul. No interior, as regiões de Campinas e de Piracicaba.

O anúncio feito ontem pela gestão tucana ocorre após a “Folha de S.Paulo” ter revelado, na semana passada, a decisão técnica tomada em conjunto pela Agência Nacional de Água, ligada ao governo federal e pelo Departamento de Águas e Energia Elétrica, ligado ao Estadopara reduzir a quantidade de água captada do Cantareira. Em vez dos atuais 31 mil litros por segundo retirados do sistema, a Sabesp deve usar agora só 27,9 mil litros.

Campinas (a 93 km da Capital) também vai receber menos água do Cantareira. A redução para a região, terceira maior cidade do Estado, será ainda maior, de 25%.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: