PV de S.André articula candidatura de suplente de vereador | Diário Regional

PV de S.André articula candidatura de suplente de vereador

06/03/2014 12:00
Print Friendly

Lamarca criticou a relação de Lauro Michels com o PV - Foto: ArquivoSANTO ANDRÉ – O PV de Santo André vai lançar o ex-candidato a vereador Jorge Kina para a Câmara dos Deputados em outubro. O presidente do diretóri o municipal, Eric Lamarca, disse que a candidatura foi sacramentada na semana passada pela coordenadora regional do partido, Vera Motta. “Ela fez a articulação política e confirmou a candidatura de Kina”, relatou Lamarca. O arquiteto recebeu 2.043 votos na eleição de 2012.

Em São Bernardo e Diadema, o PV ainda não tem nomes definidos para a disputa pela Câmara dos Deputados. Paulo Bio, advogado e ex-prefeiturável nas eleições de 2012 em Mauá, pode ser uma das opções na região. Também cotado, o presidente da Câmara andreense, Donizeti Pereira, ainda resolve a questão com a direção partidária. Estima-se que, para o cargo de deputado federal, a “nota de corte” do PV seja de 60 mil votos.

O PV prepara caminhada com o vereador paulistano e pré-candidato ao governo do Estado Gilberto Natalini para o próximo sábado (15), às 15h. O verde deve se apresentar aos munícipes em descida no calçadão da rua Coronel Oliveira Lima acompanhado de políticos da região, como a deputada estadual Regina Gonçalves (PV), que deve concorrer à reeleição.

Crítica

Lamarca criticou a relação do prefeito de Diadema, Lauro Michels, com o PV e relatou que o mandatário não participa de atividades regionais. Recentemente, Michels disse que está propenso a apoiar a reeleição do governador Geraldo Alckmin (PSDB), alegando estar feliz com o apoio financeiro dado pelo tucano à cidade. Médico, Natalini foi secretário de Saúde de Diadema durante a gestão de Gilson Menezes (PSB, 1997-2000).

Na época das declarações de Michels, Donizeti criticou o prefeito de Diadema e classificou o apoio a Alckmin como “traição” à candidatura de Natalini. “Se a legenda é base do governador acho traição sair com candidato ao governo do Estado”, rebateu Michels, no início de dezembro. Além de integrar a sustentação na Assembleia Legislativa, o PV também compõe o primeiro escalão do governo do Estado.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: