Prisão de mulheres que vendiam crack causa tumulto no Centro da Capital | Diário Regional

Prisão de mulheres que vendiam crack causa tumulto no Centro da Capital

02/03/2014 4:16
Print Friendly, PDF & Email

SÃO PAULO – A prisão de duas mulheres que vendiam pedras de crack -uma delas grávida- provocou um princípio de tumulto na tarde de ontem na cracolândia, região central de São Paulo. Usuários de drogas protestaram contra o flagrante, na esquina entre as ruas Helvétia e Cleveland, depois que uma das mulheres clamou ao grupo que as defendesse, segundo a Guarda Civil Metropolitana.

Pedras e paus foram atirados contra o posto móvel do programa federal Crack, É Possível Vencer, quebrando um dos vidros. Foi preciso intervir “com um pouco de energia”, de acordo com o guarda civil Wandirley Gomes Pereira.

No 2º DP (Bom Retiro), as mulheres foram levadas, negaram que estivessem vendendo drogas. Foram apreendidas 17 pedras de crack com uma delas, que está com aproximadamente sete meses de gravidez. Ambas devem ser autuadas pela acusação de tráfico de entorpecentes e dano a patrimônio público.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: