São Caetano intensifica campanha para economizar água | Diário Regional

São Caetano intensifica campanha para economizar água

01/03/2014 11:27
Print Friendly

Entrega de material orientativo porta a porta com agentes segue em andamento - Foto: DivulgaçãoSÃO CAETANO – Frente ao problema do Sistema Cantareira da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), o Departamento de Água e Esgoto (DAE) de São Caetano intensificou a campanha Consumo Consciente, que visa alertar os moradores para economizar água. Com o slogan “É Hora De Tomar Consciência”, a iniciativa trouxe uma série de ações de comunicação que foram implantadas, ao longo de fevereiro, com o objetivo de combater o desperdício.

No momento, o reservatório que abastece o município segue em situação crítica, com menos de 16% de sua capacidade, o nível mais baixo dos últimos dez anos. Isso tem ocorrido devido a falta de chuva, o pior índice em 84 anos (desde 1930, quando começou a medição), na região onde estão localizadas as seis represas que compõe o sistema: Paiva Castro, Águas Claras, Cachoeira, Atibainha, Jaguari e Jacareí.

A entrega de material orientativo porta a porta com agentes nas residências, comércios e indústrias continua em andamento para atingir 100% da população, assim como as mensagens de atenção impressas nas contas e os avisos de excesso de consumo aos usuários que estão utilizando água acima da média. Também foram realizadas panfletagens em áreas comerciais com grande concentração de pessoas e disparos de ligações gravadas para 48 mil linhas telefônicas (telemarketing).

Outdoors públicos foram instalados pela cidade, busdoors em linhas de ônibus municipais e intermunicipais, faixas espalhadas estrategicamente nos 15 bairros, banners nos canteiros centrais das avenidas Goiás e Presidente Kennedy, informativos e cartazes nas escolas e prédios públicos, site e redes sociais.

Resultado

São Caetano já reduziu o consumo em 9%, o que representa cerca de 60 litros por segundo. Para o diretor geral da autarquia, Welington Kalil, o resultado parcial se deve ao sucesso de divulgação das campanhas educativas promovidas todos os anos de forma ampla e permanente. “A conscientização está sendo feita com mais vigor. A meta é chegar a 20% na diminuição do consumo residencial. Para isso, é importante que todos colaborem a fim de evitarmos um possível racionamento”, ressaltou.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: