Reinvidicação por balsas interdita Imigrantes | Diário Regional

Reinvidicação por balsas interdita Imigrantes

28/02/2014 20:00
Print Friendly, PDF & Email

Atualmente a Balsa João Basso comporta 22 veículos e 240 pedestres - Foto: DivulgaçãoUm grupo de moradores fez um protesto na tarde de hoje (28) e fechou a pista sentido litoral da rodovia dos Imigrantes por cerca de 30 minutos no km 34, altura de São Bernardo. Por volta das 17h30, o local já estava liberado.

Inconformados com as dificuldades para atravessar a Represa Billings pela Balsa João Basso, cujo tempo de espera chega a duas horas para chegar ao outro lado, os moradores dos bairros Tatetos, Krukutus, Água Limpa e Taquecetuba iniciaram um protesto por volta das 16h, cujas reivindicações do grupo estão relacionadas a inserção de mais duas balsas na região, como foi anunciado em 2013 pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) durante evento em São Caetano.

A implantação e funcionamento eram esperados para fevereiro de 2014, o que não correu de acordo com os manifestantes. O aumento na capacidade de transporte dos veículos no bairro Riacho Grande é reivindicação antiga dos moradores.

As duas novas balsas que servirão a região do Riacho Grande, tem previsão para entrar em operação após abril, prazo dado pela Emae (Empresa Metropolitana de Águas e Energia), órgão responsável pelo serviço, para conclusão dos estudos técnicos.

Nesse trecho da represa Billings existem três Balsas, – todas operadas pela Emae. A João Basso, que liga o Riacho Grande ao bairro Tatetos, é a que registra o número mais alto em trânsito de carros. A Balsa Taquacetuba liga São Bernardo à Ilha do Bororé, enquanto a Balsa Bororé faz a travessia em direção ao bairro Grajaú, na Capital. Cada um desses pontos conta com apenas uma embarcação.

A Emae explica que as novas embarcações tem seu próprio meio de propulsão, ou seja, independem de auxílio externo como as em funcionamento no momento. As três balsas que atualmente fazem as travessias na Billings precisam ser puxadas por um cabo de aço. Não foi informada a capacidade dos novos equipamentos. A Balsa João Basso pode transportar apenas 22 carros de cada vez.

Mesmo com a liberação do local, a Imigrantes ainda tinha 34 km de congestionamento, desde o km 24 até o km 58, no sentido litoral.

A Anchieta tinha 12 km de filas, desde o km 28 até o km 40, na pista sul, sentido litoral, e mais 5 km, entre o km 50 e o km 55, na pista norte, que também opera no sentido litoral.

 

 

 

 

 

 



1 Comentário

  • Ivan Lima

    Tem um erro de concordância no título. 01/03/2014 09:23 hs

Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: