Morro da Casa Verde tem ala formada por integrantes com Down | Diário Regional

Morro da Casa Verde tem ala formada por integrantes com Down

28/02/2014 16:30
Print Friendly

Foliões com Down vão entrar na avenida no próximo domingo - Foto: Divulgação/Sandra ReisQuem tem medo do lobisomem? E de aranha? Da loira do banheiro? São essas as perguntas – e possivelmente suas respostas – que a escola de samba Morro da Casa Verde, da Capital, vai apresentar no seu desfile no Sambódromo do Anhembi, no domingo (2). Uma das alas, a que representa o boi da cara preta, será formada por foliões que têm mais em comum do que a alegria: são portadores da Síndrome de Down.

A fotógrafa Sandra Reis vai desfilar com seu filho, Felipe Reis, 21 anos. Sandra é a criadora do projeto Galera do Click, que tem o objetivo de integrar jovens portadores da Síndrome de Down. “Fomos convidados pela escola, que nos cedeu uma ala inteira. Então, chamamos todos da Galera do Click. É uma atividade em grupo, prazerosa e estão todos se sentindo super importantes”, afirmou a fotógrafa.

A jovem Aline Fávaro, moradora de São Bernardo e única bailarina com Síndrome de Down a se apresentar com sapatilhas de ponta, vai participar e estará à frente da ala. “Em alguns momentos, vai sambar na ponta dos pés. Não vai assim o percurso todo, porque é muito cansativo”, explicou seu pai, João Tomaz Fávero. “Aline sempre adorou samba, mas nunca tinha se aproximado. Foi bem natural e está curtindo muito. Sua mãe e eu nunca imaginamos que iríamos desfilar em uma escola de samba”, declarou.

“Nosso principal objetivo é incluir. Essa tem sido a ala mais animada. Estão superansiosos com o desfile”, explicou a integrante da escola e esposa do mestre de bateria Guma Sena, Luciana Pereira. Embora ter convidado o grupo de pessoas com Down não tivesse sido pensado inicialmente como parte do enredo, Luciana afirma que foi um casamento feliz. “Muitas pessoas têm medo de ter um membro da família com a síndrome. Nos ensaios e no desfile estão mostrando que podem levar uma vida normal, como todas as outras pessoas”, completou.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: