Solidariedade apartidária | Diário Regional

Solidariedade apartidária

27/02/2014 6:00
Print Friendly, PDF & Email

O presidente da Câmara de Diadema, Manoel Eduardo Marinho, o Maninho (PT), ignorou o fato de que é oposição à atual administração da cidade e se solidarizou com a prefeita em exercício, Silvana Guarnieri (PTB), que está sendo investigada pelo Ministério Público de São Paulo (MP-SP) por improbidade administrativa.

A petebista é alvo de inquérito por suposto vínculo irregular com uma empresa contratada pelo governo de Tocantins para serviços de limpeza pública em Palmas. “Nossa solidariedade a você (Silvana) devido aos ataques que tem sofrido. Sei o que é isso, pois fui atacado de forma desonesta por várias pessoas. Às vezes é fogo amigo, às vezes não, mas isso acontece.

Tenho certeza de que demos posse a uma pessoa ilibada”, afirmou Maninho, durante a cerimônia   na Câmara, na terça-feira (25). Apesar do discurso em defesa de Silvana, o petista vai acatar a recomendação do MP-SP e instaurar Comissão Especial de Investigação (CEI) na Câmara diademense para apurar o caso. A CEI deve ser instalada na sessão desta tarde.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: