S.Paulo bate o XV e encerra jejum fora de casa | Diário Regional

S.Paulo bate o XV e encerra jejum fora de casa

27/02/2014 9:37
Print Friendly, PDF & Email

Em nova função, Luis Ricardo comemora gol no Barão de Serra Negra - Foto: Rubens Chiri/São Paulo FCPIRACICABA – O meia Paulo Henrique Ganso deixou o banco de reservas e teve participação direta na vitória do São Paulo sobre o XV de Piracicaba por 3 a 1, ontem (26), em Piracicaba, pela 11ª rodada do Campeonato Paulista. Em baixa na temporada, o camisa 10 entrou aos 13 minutos do segundo tempo, quando o placar estava 1 a 1 e seu time demonstrava dificuldades.

O XV de Piracicaba saiu na frente logo aos 3 minutos da etapa inicial, com Cafú. Luis Ricardo empatou, já aos 12. Porém, apesar de Muricy Ramalho repetir a formação ofensiva que jogou bem o clássico contra o Santos, no domingo, o time precisou de Ganso para chegar à virada.

Foi dele o passe para o gol de Luis Fabiano, que anotou aos 23 minutos do segundo tempo. Foi dele também outro passe para Luis Fabiano, que sofreu pênalti aos 41. Pabon cobrou e fechou o placar. Até o meia entrar, o time são-paulino oscilou. Foi melhor no primeiro tempo, quando mostrou velocidade e criou boas chances. Na etapa final, não criou tanto.

A vitória ainda encerrou dois incômodos tabus para o São Paulo na temporada. Foi o primeiro triunfo após quatro jogos de jejum – três empates e uma derrota – e também a primeira vitória fora do Morumbi neste Paulista. Antes, em quatro jogos, o time tinha três derrotas e um empate.

O resultado também fez o São Paulo empatar com o Penapolense na liderança do Grupo A – só os dois primeiros avançam. As equipes têm 18 pontos cada, mas o clube do Interior tem uma partida a menos (joga no sábado). O São Paulo volta a campo na quarta-feira, contra o Audax.

A novidade do técnico Muricy Ramalho para o jogo foi a mudança do então lateral direito Luis Ricardo para o meio-campo, como um dos três meias no 4-2-3-1 são-paulino, deixando Douglas na função mais defensiva. A troca fez bem ao jogo coletivo do time, pois o camisa 27 se aproximava de Luis Fabiano e entrava com frequência na área adversária. Em uma delas, fez o gol aos 12 minutos.

No entanto, o ex-jogador da Portuguesa viu o atacante Cafu abrir o placar para o XV de Piracicaba logo aos dois minutos, após cobrança de escanteio. Mesmo com a igualdade no marcador, a equipe do Morumbi foi melhor na etapa inicial, mantinha a posse de bola no campo de ataque e rondava o gol adversário. Além disso, tinha uma postura bastante agressiva sem a bola.

O cenário se inverteu no começo da etapa inicial. Era o XV de Piracicaba que tinha mais posse de bola ofensiva e ameaçava o gol defendido por Rogério Ceni. Muricy, então, promoveu as entrada de Ganso no lugar de Luis Ricardo. Com a alteração, o camisa 10 voltou a ocupar a faixa central do campo, enquanto Pabon foi deslocado para ocupar o lado direito do setor de criação da equipe.

Desta forma, saiu o gol da virada. Ganso recebeu a bola sem marcação na intermediária e deu belo passe em profundidade para Luis Fabiano, que chutou na saída do goleiro rival e virou o placar. Aos 41, novamente Ganso deu assistência para o camisa 9, que foi derrubado dentro da área. Na cobrança do pênalti, Pabon chutou forte e rasteiro no canto direito do goleiro Mateus e selou a primeira vitória do time fora de casa.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: