Aécio Neves define marqueteiro da campanha à Presidência | Diário Regional

Aécio Neves define marqueteiro da campanha à Presidência

27/02/2014 6:00
Print Friendly

SÃO PAULO – Pré-candidato do PSDB à Presidência, o senador Aécio Neves (PSDB) formalizou ontem (26) a contratação do marqueteiro Paulo Vasconcelos para coordenar sua campanha. A confirmação do nome ocorre em um momento de desconforto entre os tucanos, que foram acionados na Justiça por não pagarem dívidas do partido com o jornalista Luiz González, responsável pela publicidade de José Serra em 2010.

González tentou negociar o débito de R$ 4,2 milhões com o PSDB por mais de três anos. O partido reconheceu a dívida na Justiça Eleitoral, mas não pagou. No início deste mês a empresa de González abriu processo na 2ª Vara de Execução de Título Extrajudicial para obter o dinheiro. A ação foi revelada pelo O Estado de São Paulo.

A empresa de González já havia processado o PSDB para receber parte do pagamento da campanha de 2006, quando o hoje governador Geraldo Alckmin concorreu à presidência. A reportagem apurou que o partido também têm dívidas de 2012 com o marqueteiro, quando fez a campanha de Serra a prefeito.

Procurado, o jornalista não quis falar sobre o assunto. Dirigentes do PSDB minimizaram o impasse e negaram que o não pagamento da dívida de 2010 tenha cunho político. Serra e Aécio, atual presidente do PSDB, disputaram por anos o protagonismo na sigla.

“Vamos pagar assim que possível. Sempre arcamos com nossos compromissos”, disse o deputado João Aleida, líder da legenda na Câmara. “A dívida está escriturada e contabilizada na responsabilidade do partido e o pagamento será feito”, disse o presidente do PSDB em São Paulo, Duarte Nogueira. Procurado para falar sobre o assunto, Aécio não retornou.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: