Após ação da polícia, moradores da favela do Moinho protestam | Diário Regional

Após ação da polícia, moradores da favela do Moinho protestam

26/02/2014 9:07
Print Friendly

SÃO PAULO – Um grupo de manifestantes fez barricadas e fechou as duas pistas da avenida Rio Branco, na região central de São Paulo, na noite de ontem. O ato ocorreu em protesto a uma ação do Departamento Estadual de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico (Denarc) ocorrida mais cedo na favela do Moinho. Os moradores colocaram fogo em móveis e entulhos na esquina do viaduto Orlando Murgel com a alameda Eduardo Prado. Por volta das 19h50, porém, o movimento já era mais tranquilo e a via já tinha sido liberada.

Os moradores afirmam que policiais civis chegaram à favela em dois carros descaracterizados por volta das 17h e fizeram buscas em casas. A polícia diz que um menor de idade foi detido.

No momento em que o carro da polícia tentava sair da favela, um grupo de moradores cercou o veículo para impedir, mas sem sucesso. Minutos depois, os policiais retornaram em maior número.

“Tinha uns 30 policiais, deram tiros e lançaram bombas de gás”, afirmou um integrante do Movimento Moinho Vivo, que não quis se identificar. Moradores exibiram cápsulas calibre.40 que, segundo eles, foram usadas pela polícia.

No momento da confusão, crianças que moram na favela e que chegavam de creches da região se esconderam dentro de uma guarita da CPTM, que fica na linha de trem ao lado da comunidade.

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública afirma que os policiais foram recebidos a tiros e que não “foi verificada truculência por parte dos policiais”. A ação, diz a pasta, ocorreu após denúncia de que traficantes haviam recebido carregamento de drogas para o período do Carnaval.

A secretaria afirmou que em decorrência da reação dos moradores, foi solicitado reforço do Garra e do GOE, além do uso de helicóptero da Polícia Civil. Na operação foram apreendidas 250 porções de cocaína e 150 pedras de crack.



1 Comentário

  • Parabéns a policia civil, eu conheço bem esta região e eu assiste de perto esta maravilhosa operação e a posterior baderna em represalha as prisões dos traficantes.

Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: