Dilma está empenhada em formalizar acordo entre UE e Mercosul | Diário Regional

Dilma está empenhada em formalizar acordo entre UE e Mercosul

25/02/2014 9:10
Print Friendly

Dilma durante abertura do VII Encontro Empresarial em Bruxelas - Foto: Roberto Stuckert Filho/PRA presidente Dilma Rousseff participou ontem (24), em Bruxelas, na Bélgica, da reunião de cúpula entre Brasil e União Europeia. Em declaração à imprensa, ao lado dos presidentes do Conselho da União Europeia, Herman Van Rompuy, e da Comissão Europeia, José Manuel Barroso, Dilma falou da importância do combate à crise na Europa para o mundo, do seu empenho para a formalização de acordos entre o Mercosul e o bloco europeu e da necessária governança na internet para a garantia da privacidade dos cidadãos. Dilma criticou, ainda, a contestação da União Europeia ao regime tributário diferenciado da Zona Franca de Manaus.

A presidente disse que a superação da crise na zona do euro é fundamental para garantir o vigor da economia mundial. “O Brasil tem interesse direto em sua recuperação devido ao volume de laços comerciais e investimentos”, comentou, acrescentando que o esforço para concretizar acordo comercial entre Mercosul e União Europeia é uma “enorme” contribuição no sentido de ajudar à recuperação econômica dos países europeus. O comércio entre Brasil e países da União Europeia alcançou US$ 98 bilhões em 2013.

Dilma disse que o Brasil resistiu aos efeitos “da pior crise mundial desde 1929” graças a políticas de crescimento do emprego e da renda, preservando o equilíbrio macroeconômico. A presidente ressaltou que 42 milhões de brasileiros ascenderam à classe média nos últimos anos, com aumento de 78% da renda per capita dessas famílias, além da criação de 4,5 milhões de empregos formais, desde 2011.

O presidente do Conselho da União Europeia, Herman Van Rompuy, disse que o “livre comércio é a melhor resposta para os desafios econômicos” e agradeceu os avanços apresentados nas negociações. Além disso, ele afirmou que espera “uma colaboração maior com o Brasil na governança da internet”.

Dilma destacou a importância da ligação entre os países por cabos de fibra ótica submarinos, significando uma “diversificação das ligações que o Brasil tem com o mundo”. O projeto visa a facilitar a comunicação eletrônica com a Europa e se tornou uma das prioridades do governo brasileiro depois que vieram à tona suspeitas de espionagens dos Estados Unidos a cidadãos de vários países, dentre eles, a própria presidenta.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: