Prefeito de Santo André comemora manutenção de secretários | Diário Regional

Prefeito de Santo André comemora manutenção de secretários

23/02/2014 7:38
Print Friendly

Grana: “estou muito satisfeito com meu secretariado”. Foto: ArquivoEnquanto o prefeito de São Caetano, Paulo Pinheiro (PMDB), contabiliza 19 mudanças no primeiro escalão de seu governo desde o início da gestão, em janeiro de 2013, o chefe do Executivo andreense, Carlos Grana (PT), orgulha-se de manter os mesmos secretários. “Estou muito satisfeito com meu secretariado. No que depender de mim, vamos até o fim do mandato com eles”, afirmou o petista.

Grana acredita que o motivo da manutenção do secretariado é a escolha meticulosa de seus nomes. “Nossa administração tem uma particularidade: é um governo de coalizão de diversos partidos e pessoas até sem filiação partidária, como o Paulo Piagentini (secretário de Habitação) e a Marta Sobral (secretária de Esportes). Houve critérios técnicos e políticos para a escolha”, comentou.

O único nome sobre o qual pesa alguma dúvida em relação à permanência é o do secretário de Cultura, Raimundo Salles (PDT), ex-candidato ao Paço andreense e rival histórico do PT na cidade, mas que se aliou a Grana no segundo turno das eleições de 2012. Desde o início da gestão, o pedetista é alvo de críticas de movimentos culturais e, volta e meia, Grana é obrigado a negar rumores sobre sua saída.

Recentemente, a assessoria da imprensa da secretaria voltou a ser alocada junto com a da prefeitura, mas Grana nega que tenha havido algum mal-estar, e argumenta que o remanejamento foi necessário. “As diferenças são infinitamente menores do que as nossas convergências”, disse. Nos bastidores, fala-se em “quebra de confiança”.

Câmara
Questionado sobre a troca de farpas e provocações entre vereadores da base e da oposição na Câmara de Santo André, Grana disse que o assunto não lhe diz respeito. O prefeito contabiliza 14 nomes na base de sustentação, apesar de somente 12 assumirem esse posicionamento. São eles os cinco do PT (Alemão Duarte, Bete Siraque, Eduardo Leite, Luiz Alberto e José Montoro Filho, o Montorinho), um do PRP (Tonho Lagoa), dois do PMDB (José de Araújo e Sargento Juliano), dois do Pros (Elian Santana e Marcos Pinchiari), um do PDT (Fábio Lopes) e um do SDD (Toninho de Jesus). Para ter maioria absoluta, o prefeito precisa de 11 votos favoráveis.

Atualmente, a prefeitura de Santo André possui 21 secretarias, das quais cinco foram criadas no início do ano por meio da minirreforma administrativa. Os secretários têm remuneração mensal de R$ 12,7 mil.

Palavras-chave:


Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: