Yoshio se reúne com Michels, mas mantém CEI | Diário Regional

Yoshio se reúne com Michels, mas mantém CEI

22/02/2014 12:37
Print Friendly, PDF & Email

Yoshio terá reunião, hoje, com grupo político para avaliar CEI - Foto: ArquivoO vereador de Diadema Ricardo Yoshio (PRB) reuniu-se, ontem (21), com o prefeito Lauro Michels (PV) e o secretário municipal de Saúde, José Augusto da Silva Ramos (PSDB), para mais uma vez cobrar ações concretas para melhorar a área. Com duração de três horas, o encontro ocorreu no gabinete do chefe do Executivo. Fontes ouvidas pela reportagem garantem que o parlamentar deixou o local satisfeito com as informações transmitidas por José Augusto. Mesmo ouvindo garantias de que a Saúde terá algumas ações em até um mês, Yoshio não deverá recuar na proposta de instaurar Comissão Especial de Investigação (CEI) a fim de apurar os problemas que têm afetado o atendimento na rede municipal.

O republicano-brasileiro terá, hoje (22), reunião com sua base de apoio e a executiva municipal do PRB para apresentar as propostas da prefeitura e avaliar a instauração da CEI na próxima segunda-feira (24). Yoshio já tem as garantias legais de que pode instaurar a comissão sem a necessidade de passar por apreciação em plenário. Tanto o inciso VIII do artigo 18, quanto o artigo 41 da Lei Orgânica Municipal (LOM) garantem ao vereador a criação da comissão especial mesmo com o apoio da minoria. Além disso, decisão de 2006 do Supremo Tribunal Federal (STF) permite que a investigação tenha início com apenas o apoio de um terço dos vereadores. Yoshio conta com sete dos 21 parlamentares.

Ainda durante a reunião no Paço, Michels deu liberdade para a abertura da CEI. A justificativa é de que, por já ter sido vereador, o prefeito não poderia se opor à vontade de qualquer parlamentar, tanto da base governista, quanto da oposição. Por sua vez, José Augusto reconheceu que Diadema enfrenta problemas na Saúde e disse que o setor estava pior quando a atual administração tomou posse, em 2013. O tucano, porém, se comprometeu a intensificar os trabalhos para melhorar a área, mas não deu prazo para a concretização das ações.

O encontro também serviu como uma tentativa de selar a paz e amenizar as críticas feitas constantemente por Yoshio à saúde durante as sessões na Câmara. O vereador, inclusive, foi convidado a voltar a fazer parte da bancada governista no plenário. Depois de ter iniciado a articulação para protocolar a CEI, em dezembro do ano passado, Michels chegou a declarar que o vereador não fazia mais parte da base aliada.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: