Valdivia: 'não jogo mais por opção do Kleina' | Diário Regional

Valdivia: ‘não jogo mais por opção do Kleina’

22/02/2014 12:30
Print Friendly

Valdivia: “ser preservado não significa três dias de férias” - Foto: Cesar Greco/Agência PalmeirasPoupado do jogo contra o Ituano, na última quarta-feira, Valdivia retorna ao time titular do Palmeiras contra o Botafogo, amanhã (23), às 18h30, em Ribeirão Preto. A partida é válida pela décima rodada do Campeonato Paulista.

Apesar de reconhecer que o planejamento elaborado pela comissão técnica o está ajudando a evitar lesões, o chileno não cansa de repetir que preferia atuar mais vezes. Para o meia, o fato de não ter uma sequência resulta na perda de ritmo de jogo.

“Gostaria de estar sempre em campo, mas respeito o que o Kleina determina. Ele tem deixado bem claro nas entrevistas que me poupar é uma opção da comissão técnica, e não a minha vontade”, afirmou o jogador em entrevista coletiva concedida ontem, na Academia de Futebol.

Valdivia também fez questão de ressaltar que ser preservado não significa “três dias de férias curtindo praia e piscina”. Quando não é relacionado para algum jogo, o chileno precisa ir ao centro de treinamento em dois períodos.

De acordo com a assessoria do clube alviverde, a última vez que o meia desfalcou a equipe por causa de lesões foi na 31ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro do ano passado. Com dores no joelho esquerdo, não enfrentou o Bragantino, dia 19 de outubro.

“Estou me preparando, me cuidando para ter uma carreira mais longa. Acredito que toda essa melhora é por mim. Como resultado, isso reflete no Palmeiras e na seleção chilena”, disse. Valdivia foi convocado ontem pelo técnico do Chile, Jorge Sampaoli, para o amistoso contra a Alemanha no dia 5 de março, em Stuttgart.

Copa

Valdivia afirmou mais uma vez que o Brasil não está 100% preparado para receber a Copa do Mundo. Ontem, na Academia, o chileno afirmou que o fato de a Seleção Alemã ter preferido construir seu próprio centro de treinamento indica que, para eles, aqui não há infraestrutura necessária.

Apesar dos pontos negativos, Valdivia acredita que esta será uma das melhores edições do Mundial. “O Brasil respira futebol, todos são fanáticos por esse esporte. Porém, é preciso melhorar muitas coisas, e o tempo está acabando”, alertou o jogador.

Pelé disse em entrevista à revista semanal da Fifa que o Chile será um dos maiores rivais do Brasil na Copa do Mundo. O que poderia ser encarado como elogio não agradou o meia Valdivia. O jogador do Palmeiras preferiu dispensar o apoio dado pelo Rei. “Não tem uma história de que o Pelé fala uma coisa e acontece outra? Eu o respeito, mas prefiro que não fale isso da nossa seleção.”



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: