Justiça bloqueia bens de cinco réus do caso Alstom | Diário Regional

Justiça bloqueia bens de cinco réus do caso Alstom

22/02/2014 10:56
Print Friendly, PDF & Email

SÃO PAULO – A Justiça Federal ordenou o bloqueio de bens de cinco dos 11 réus no processo criminal sobre o pagamento de propina pela Alstom a políticos e servidores do governo de São Paulo. Foi decretado o bloqueio de bens que somam mais de R$ 32 milhões. Desse total, já foram bloqueados R$ 9,8 milhões em aplicações financeiras. Só o lobista Romeu Pinto Jr. teve R$ 7,9 milhões sequestrados.

A medida também atingiu o ex-secretário Jorge Fagali Neto (R$ 1,3 milhão), o ex-presidente da Companhia Energética de São Paulo José Geraldo Villas Boas (R$ 470 mil), o empresário Sabino Indelicato (R$ 70 mil) e e empresário Jean Pierre Charles Antoine Courtadon (R$ 53 mil). Não foi possível cumprir a decisão de bloqueio por inteiro porque várias contas bancárias foram esvaziadas.

O Ministério Público havia denunciado 12 pessoas, mas o juiz Marcelo Cavali considerou que o crime de um deles está prescrito. Eles são acusados de participar de um esquema em que a Alstom pagou um suborno de R$ 23,3 milhões, em valores atualizados, para obter contrato de R$ 181,3 milhões para fornecer equipamentos para três subestações elétricas da Eletropaulo e EPTE. Os réus negam a prática dos crimes.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: