CPI investiga empresa contratada para gerenciar festa junina de 2012 | Diário Regional

CPI investiga empresa contratada para gerenciar festa junina de 2012

22/02/2014 6:00
Print Friendly, PDF & Email

SANTO ANDRÉ – A terceira oitiva da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga as dívidas da Companhia Regional de Abastecimento Integrado de Santo André (Craisa) foi marcada por questionamento sobre a empresa responsável por organizar a festa junina de 2012, a Logos do Brasil Ltda. “Pode ser que seja uma empresa alaranjada”, comentou o relator, Ailton Lima (SDD). Os donos da empresa serão convocados para prestar depoimento na próxima sexta-feira (28).

O vice-presidente da Associação de Permissionários, Júlio César da Costa Pereira, também participou da reunião. Negou ter pago propina para conseguir operar, sem licitação, seis boxes em dezembro de 2012. Na ocasião, a direção da Craisa expediu Termo de Permissão Remunerada de Uso (TPRU). “Fiz a solicitação de um espaço que estava vazio há dez anos”, comentou. Posteriormente, o empresário perdeu o direito na Justiça de ficar no local. Pereira é dono de quatro empresas, sendo que apenas uma – a De Frasson – funciona na Craisa após ser contemplada no edital lançado em 2012.

A relatoria comandada por Ailton Lima (SDD) continua insatisfeita com os documentos apresentados pelo superintendente da Craisa, Hélio Tomas Rocha, relativos aos anos de 2004 a 2008, que correspondem à gestão do prefeito João Avamileno. “Estou nessa CPI para não permitir uma investigação chapa-branca”, afirmou. Entre os documentos solicitados, Lima deseja uma lista de diretores e superintendentes da autarquia municipal, além de saber o nome de todos os permissionários.

A Craisa administra 63 boxes. Haverá licitação para licitar 20 boxes desocupados e mais três lojas.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: