Bete Siraque compara discursos a nazismo | Diário Regional

Bete Siraque compara discursos a nazismo

21/02/2014 13:00
Print Friendly

Lobo voltou a fazer críticas ao PT; Bete Siraque: “o ódio é muito perigoso” - Fotos: ArquivoA troca de farpas entre os parlamentares da bancada petista e do Solidariedade marcou a sessão realizada ontem (20). O vereador Ivanildo Pereira Lobo, o Sargento Lobo (SDD), voltou a fazer críticas ao partido da presidente Dilma Rousseff. Disse considerar o programa Bolsa Família esmola e que a Prefeitura de Santo André está impregnada de cabos eleitorais. Em contrapartida ouviu respostas duras dos colegas de parlamento.

A vereadora Bete Siraque (PT) pediu para que os discursos de ódio não sejam propagados, mas depois negou que a crítica tenha sido feita ao colega de Legislativo. “Não falo de ódio somente a certos partidos, mas também às opiniões contrárias, o que é muito perigoso”, disse. A petista crê que ataques pessoais e a um grupo de pessoas possam criar uma luta e disputa entre os cidadãos, assim como ocorreu com o nazismo durante o século XX.

Sargento Lobo, no entanto, desconsiderou a comparação com o nazismo. “(Bete) falou a maior bobagem”, comentou o militar afastado, que já trabalhou como professor de História. “Não peguei o discurso dela para mim. Achei desconexo”, garantiu.

Assim como Lobo, o presidente do Solidariedade em Santo André, Ailton Lima, criticou as declarações de José Montoro Filho, o Montorinho (PT). Os dois oposicionistas se referiram ao petista como “sexagenário” por diversas vezes. “Insinua que há uma relação obscura entre Lobo e o governo. Se sabe de algo, gostaria que explicasse o que é”, afirmou Lima.

A esposa de Sargento Lobo trabalha como enfermeira na Unidade Básica de Saúde (UBS) no Bairro Bangu. Porém, segundo o vereador, foi contratada em 2001, via concurso público realizado pela Fundação ABC para o cargo de auxiliar de enfermagem e conseguiu promoções por mérito próprio. Em sessões anteriores, Lobo desafiou o governo a indicar quais profissionais teria indicado para cargos em comissão. O parlamentar garante: nenhum.

O secretario de Relações Institucionais, Tiago Nogueira (PT), considera que os ataques evidenciam falta de atividade da oposição. “O governo tem uma agenda positiva e a oposição, sem discurso. É moralista e pessoal. Isso não interessa para a cidade”, argumentou.

Maioria

O prefeito Carlos Grana (PT) negou que o clima tenso desde a retomada das atividades do Legislativo este ano possa atrapalhar a aprovação de projetos. “O Lobo fazia de conta que era da base. Não vinha em reunião, não se posicionava”, comentou o prefeito sobre a época em que o parlamentar era do PDT, aliado da atual gestão. O Executivo conseguiu aprovar todos os 70 projetos que enviou ao Legislativo ao longo de 2013.

Atualmente o grupo de sustentação conta com 12 vereadores, sendo outros quatros que se consideram independentes e mais cinco ligados a oposição. São necessários 11 votos favoráveis para a aprovação de proposituras que exigem maioria absoluta.



Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários discriminatórios ( contra raça, sexualidade, cor, crença e outros) , que violem a lei, a moral e os bons costumes poderão ser denunciados pelos internautas , removidos ou não publicados pela redação.
%d blogueiros gostam disto: